O que as Olimpíadas podem nos ensinar sobre sucesso na carreira

Estamos em fevereiro de 2018 e, como acontece a cada quatro anos, o mundo inteiro está acompanhando os Jogos Olímpicos de Inverno. O maior palco de competições do planeta está exibindo o resultado dos anos de trabalho duro e perseverança dos atletas. Mas, e se abordarmos a nossa carreira da mesma forma como os esportistas tratam as Olimpíadas?

LEIA MAIS: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

Na vida profissional, nós estamos sempre em busca de ser bem-sucedidos e chegar a altos cargos. Essas medalhas não nos são entregues fisicamente, mas existe muita competição para alcançá-las (do ponto de vista figurativo). Toda vez que você recebe uma promoção, assina um contrato ou é selecionado para um projeto, é uma vitória.

Esses sucessos não são arbitrários. Você se dedica tanto quanto um atleta olímpico, praticando e aprimorando as suas habilidades para se tornar o melhor profissional possível. Você sabe o que quer e faz o que é preciso para chegar lá.

Veja, na galeria de fotos a seguir, algumas lições sobre carreira que podemos aprender com as Olimpíadas:

  • Saiba o que você quer realizar e faça um plano para alcançar seus objetivos

    Um atleta olímpico tem a oportunidade de ficar sob os holofotes a cada quatro anos. Eles começam a se planejar para isso com anos de antecedência. Nem sempre é fácil estabelecer objetivos na vida profissional, mas é importante focar exatamente naquilo que você deseja realizar. Assim que você tiver uma definição clara da sua meta, formule um plano que o ajude a realizá-la.

    Com o seu objetivo de longo prazo em mente, é o momento de começar a mapear as etapas necessárias para atingi-lo. Nenhum atleta começa sua carreira no patamar olímpico – ele inicia no nível mais baixo e trabalha em direção ao topo por meio dos rankings. Isso é colocado em um plano. Os esportistas sabem em que testes precisam passar e quais metas têm de alcançar para chegar ao nível mais alto. Na carreira, essas metas podem ser promoções, aumento de salário, bônus de desempenho ou, simplesmente, ter mais responsabilidades.

  • Comprometa-se com o longo prazo

    O sucesso não acontece da noite para o dia. É necessário trabalho duro, dedicação, perseverança e paciência para chegar ao topo. Nesse sentido, não existe diferença entre trabalhar para ganhar uma medalha nas Olimpíadas ou obter sucesso profissional. Atletas dedicam suas vidas para participar do evento. Na carreira, também dedicamos tempo para chegar lá. Subir a escada profissional não ocorre do dia para a noite. É preciso trabalhar para atingir patamares cada vez mais altos.

    Os atletas constroem seu sucesso competindo em eventos menores, pois eles os ajudam a praticar, refinar as apresentações, eliminar defeitos e aumentar a confiança. Se você aborda sua carreira da mesma forma, é possível tratar as oportunidades como esses eventos. Pediram para você fazer uma apresentação? Essa é uma excelente maneira de demonstrar conhecimento, habilidades de liderança e ganhar confiança para falar em público. Procure pelo maior número possível de oportunidades.

  • Celebre suas realizações e administre suas expectativas

    Para alguns atletas, vencer é tudo. Para outros, competir nas Olimpíadas já é a realização de um sonho. É claro que todos querem a medalha de ouro, mas, realisticamente, isso não é possível. Cada esportista tem uma definição pessoal de sucesso. Um competidor que está pela primeira vez no evento pode definir o sucesso como dar o seu melhor, enquanto um atleta veterano com um título a defender só ficará feliz se repetir a vitória.

    O mesmo ocorre na carreira. Cada pessoa tem sua própria definição de sucesso profissional. Você quer sentar em um escritório, abrir sua própria companhia ou sente que deve fazer parte de um time? Você é o responsável por definir o que quer realizar.

    O sucesso varia de acordo com o momento que o profissional está vivendo na carreira. Quando você estiver começando, tenha como meta ser nomeado líder da equipe ou colocado no comando de um projeto. Celebre essas realizações e saiba que você está um passo mais perto do seu objetivo. Isso se torna ainda mais importante quando o funcionário está mais estabelecido na carreira. As promoções se tornam mais distantes e difíceis de alcançar, então procure por vitórias menores que indiquem progresso. Celebrar as suas realizações em qualquer nível ajudará a lembrá-lo do que já foi realizado e da sua evolução.

  • Contratempos acontecem, mas não deixe com que interfiram no seu sucesso

    O patinador norte-americano Nathan Chen teve dificuldades na sua estreia nas Olimpíadas. Ele era forte candidato a ganhar uma medalha, mas uma performance desastrosa o deixou na 17ª posição no ranking provisório. Como uma pessoa que nunca desiste, ele transformou suas frustrações em determinação e acabou fazendo a melhor competição de sua vida. Ele ganhou na Patinação Livre e sua nota alta o deixou, por fim, no 5º lugar. Aquela apresentação estabeleceu dois novos recordes olímpicos.

    Muitos atletas têm histórias de superação. Há quatro anos, Mirai Nagasu e Adam Rippon estavam comendo hambúrgueres em uma cobertura, lamentando o fato de não entrarem no time olímpico. Agora, ambos se qualificaram para o evento, e Mirai ainda se tornou a primeira mulher norte-americana a fazer um eixo triplo nas Olimpíadas. Adam ficou no Top 10.

    A esquiadora norte-americana Lindsey Vonn não pode ir às Olimpíadas em 2014 devido a um ferimento no joelho, mas este ano cumpriu sua quarta participação Jogos de Inverno. O snowboarder Shaun White, que teve um desempenho decepcionante em 2014, levou a medalha de ouro em PyeongChang.

    Use essas histórias como inspiração na próxima vez em que tiver um contratempo. Permita-se sentir raiva e use toda essa energia para se tornar melhor. Examine o que deu errado e deixe que isso sirva de lição para não cometer o mesmo erro na próxima vez. Ao abraçar as lições das adversidades, você não sofrerá com a mesma situação duas vezes. Ao contrário dos atletas, não é preciso esperar quatro anos para uma chance de redenção.

  • Seja a melhor versão de você o tempo todo

    Os pontos oficiais dos atletas vêm de uma banca de juízes que avaliam seu desempenho durante um evento, mas esse não é o único momento em que os esportistas ficam sob os holofotes. Eles estão sendo julgados o tempo todo, desde quando saem do quarto de hotel até o momento da competição. Os atletas nunca sabem quem estará assistindo – concorrentes, patrocinadores, fãs, mídia ou juízes. Por essa razão, eles dão o melhor de si até nos treinos, pois eles querem ser vistos na sua melhor versão a qualquer momento.

    O mesmo acontece na carreira. Você deve dar 100% do seu empenho porque nunca sabe quem pode estar olhando. Os seus colegas veem tudo o que você faz. Os chefes, antes de anunciar a disponibilidade de um cargo, começam a avaliar seus times para identificar os profissionais de melhor performance e que mais merecem uma promoção. Quanto mais você exibir suas habilidades, mais rápido eles levarão seu nome em consideração quando aparecer uma nova oportunidade.

    Faça de 2018 o seu ano olímpico na carreira. Use essas lições como um lembrete de que para obter sucesso em qualquer coisa, seja na vida profissional ou nas Olimpíadas, é preciso buscar a excelência e nunca desistir.

Saiba o que você quer realizar e faça um plano para alcançar seus objetivos

Um atleta olímpico tem a oportunidade de ficar sob os holofotes a cada quatro anos. Eles começam a se planejar para isso com anos de antecedência. Nem sempre é fácil estabelecer objetivos na vida profissional, mas é importante focar exatamente naquilo que você deseja realizar. Assim que você tiver uma definição clara da sua meta, formule um plano que o ajude a realizá-la.

Com o seu objetivo de longo prazo em mente, é o momento de começar a mapear as etapas necessárias para atingi-lo. Nenhum atleta começa sua carreira no patamar olímpico – ele inicia no nível mais baixo e trabalha em direção ao topo por meio dos rankings. Isso é colocado em um plano. Os esportistas sabem em que testes precisam passar e quais metas têm de alcançar para chegar ao nível mais alto. Na carreira, essas metas podem ser promoções, aumento de salário, bônus de desempenho ou, simplesmente, ter mais responsabilidades.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).