Richard Gere revela como seria um final de semana perfeito

Ao escutar o nome de Richard Gere, uma lista de filmes famosos vem a mente. O ator é considerado uma lenda de Hollywood, com papéis principais em produções como “A Força do Destino” e “Uma Linda Mulher”.

LEIA MAIS: AKA chega à região que mais cresce em Nova York

“Eu nasci na Filadélfia, mas cresci nos arredores de Nova York”, conta. “Quando eu tinha cerca de 20 anos, fui para a Big Apple para começar minha carreira, e estou na área desde então.”

Apesar de ter nascido em outro Estado, o ator considera Nova York a sua casa. E, como a maioria dos nova-iorquinos que desejam escapar da cidade para relaxar, Gere gosta de fazer viagens curtas para os condados de Westchester e Hudson Valley. Ele ama tanto a região que comprou a pousada Bedford Post Inn com o objetivo de oferecer uma oportunidade de descanso para as pessoas da cidade.

Mas como seria o fim de semana ideal do ator de 68 anos? Ele planejou um itinerário de duas noites com o Relais & Châteaux como parte do “Routes du Bonheur” (rotas para a felicidade), que incluem refeições gourmet e pontos históricos. Veja, a seguir, os detalhes da viagem:

  • Sexta-feira

    A última coisa que você quer fazer depois de uma longa semana de trabalho é passar duas horas dentro do carro, no trânsito. Para começar o fim de semana, o ator sugere passar a noite no The Surrey Hotel, no Upper East Side.

    Faça o check-in logo depois de sair do trabalho e desfrute de um drinque no jardim privado da cobertura ou no Bar Pleiades. Em seguida, hora de jantar no Eleven Madison Park, no centro de Nova York. No cardápio, pratos como pato Muscovy com mel e lavanda preparado pelo chef três estrelas Daniel Humm.

    Para terminar a noite, Richard Gere recomenda ir ao Blue Note Jazz Club, no Greenwich Village. “O lugar deve ser visitado por quem ama música ao vivo”, diz.

  • Sábado

    Inicie o dia com um café da manhã na cama ou no Cafè Boulud antes de iniciar a viagem de carro até o Bedford Post Inn, em Bedford, onde você passará a noite.

    No trajeto, o ator recomenda uma parada no The John Jay Homestead, em Katonah, para visitar a bela casa histórica e aprender sobre o passado e a arquitetura do início do século 19. Depois de explorá-la, vá para a Reserva Ward Pound Ridge para caminhar, esquiar no inverno ou andar a cavalo na primavera. Se o clima estiver agradável, faça um piquenique antes de seguir para o hotel.

    Relaxe no quarto ao redor da lareira ou explore o bosque privado antes de jantar no restaurante da propriedade, o The Farmhouse. Você pode escolher entre um ossobuco vindo diretamente da fazenda ou o peito de pato Rohan temperado – pratos robustos que o ajudarão a dormir facilmente.

  • Domingo

    Uma boa noite de sono em um ambiente tranquilo vai prepará-lo para uma aula de yoga matinal no The Loft, antes do café da manhã no The Barn. Depois do check-out, Gere sugere fazer mais uma parada antes de retornar a Nova York: Caramoor.

    Chamada pelo ator de “recomendação número um”, a propriedade se dedica à música e possui espaços repletos de arquitetura e apresentações únicas. “Certifique-se de andar pelo salão de concertos marroquino – meu favorito”, conta. “Sempre vou até lá com minha família para desfrutar da música clássica, barroca, jazz e tango ao vivo.”

    Um pouco de música e arte vão ficar em sua cabeça enquanto você se dirige para casa, onde chegará a tempo do jantar e, então, preparar-se para uma nova semana.

Sexta-feira

A última coisa que você quer fazer depois de uma longa semana de trabalho é passar duas horas dentro do carro, no trânsito. Para começar o fim de semana, o ator sugere passar a noite no The Surrey Hotel, no Upper East Side.

Faça o check-in logo depois de sair do trabalho e desfrute de um drinque no jardim privado da cobertura ou no Bar Pleiades. Em seguida, hora de jantar no Eleven Madison Park, no centro de Nova York. No cardápio, pratos como pato Muscovy com mel e lavanda preparado pelo chef três estrelas Daniel Humm.

Para terminar a noite, Richard Gere recomenda ir ao Blue Note Jazz Club, no Greenwich Village. “O lugar deve ser visitado por quem ama música ao vivo”, diz.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).