Belmond das Cataratas conquista a quinta ESTRELA

Belmond das Cataratas conquista a quinta ESTRELA (Divulgação)
Belmond das Cataratas: único dentro do Parque Nacional do Iguaçu

A hotelaria de luxo brasileira acaba de atingir um novo e histórico patamar. Este ano, pela primeira vez, um hotel do país – e da América do Sul – conquista cinco estrelas no rigoroso FORBES Travel Guide (FTG), o único sistema de avaliação independente para hotéis, restaurantes e spas de luxo do mundo. O feito foi alcançado pelo Hotel das Cataratas da rede Belmond, em Foz do Iguaçu.

LEIA MAIS: 17 melhores destinos de viagem em 2018

Avaliado com quatro estrelas pelo FTG até o ano passado, o hotel decidiu empenhar todos os esforços na busca da nota máxima. Em se tratando de um destino privilegiado pela natureza e muito elogiado pelos visitantes, a estratégia adotada para tentar aumentar a percepção de conforto e bom atendimento dos hóspedes foi focar nos detalhes. Deu certo. “O Belmond das Cataratas fez um trabalho muito bem orquestrado para oferecer uma excelente experiência aos hóspedes, desde a chegada. Aos olhos do visitante, tudo parece natural e fluente, mas só é assim porque as coisas funcionam diligentemente nos bastidores”, afirma Gerald “Jerry” Inzerillo, CEO do FORBES Travel Guide. Com 40 anos de experiência como executivo de sucesso nos setores de turismo, entretenimento e lifestyle, ele é uma referência em hotelaria de luxo.

"O que ninguém tem é uma natureza como esta. É uma experiência sem igual" - Eduardo Bressane, gerente geral do Belmond das Cataratas

“O trabalho para a conquista da quinta estrela começou com meu antecessor, e a experiência que eu trouxe de fora nos ajudou muito”, conta Eduardo Bressane, 48 anos, gerente geral do Belmond das Cataratas desde julho de 2017. Antes de assumir o cargo, ele comandou hotéis da rede Ritz-Carlton na Ásia – passou mais de dois anos com a mulher e os dois filhos em Chengdu, a “cidade dos pandas gigantes”, e em outras cidades asiáticas. “Seis meses antes de voltar ao Brasil, participei do processo da quinta estrela da FORBES na unidade do Ritz em Macau – da análise dos parâmetros e treinamento do pessoal até a aplicação dos padrões no dia a dia do hotel”, conta Bressane. Lá, onde também foi bem-sucedido, aprendeu que pequenas coisas fazem grande diferença: uma surpresa no check-in (como uma toalhinha gelada em dias quentes), amenities criativos e de qualidade, um agrado inesperado, o atendimento personalizado… “Os grandes hotéis de luxo, em relação àquilo que a gente considera básico, são relativamente parecidos. A diferença está nos detalhes.” Outro fator que pesou a favor do Belmond de Foz do Iguaçu foi o nível de seus 280 funcionários: mais de 90% deles têm segundo grau completo e falam inglês, incluindo garçons e motoristas – “o que é estratégico em um hotel como este, em que a maioria dos hóspedes é de estrangeiros”.

O CEO do guia FORBES empolgou-se com a conquista brasileira. “É um destino mágico. Ver as imponentes cataratas e toda aquela natureza ao seu redor a qualquer hora do dia, até o anoitecer, faz você sentir que está em um paraíso na Terra. E bem no meio desse paraíso está o encantador Hotel das Cataratas, combinando o glamour de outras eras com os confortos de hoje”, afirma. Ele avalia, no entanto, que o modo como o staff trata o visitante é o verdadeiro “ingrediente secreto” do lugar. “Tudo é executado de forma impecável. As pessoas no Brasil são calorosas e amigáveis, e no Belmond todos demonstram isso de forma genuína.” O sorridente Inzerillo faz questão de elogiar também a “excelente caipirinha”.

ONDE ESTÁ O LUXO

Em seus 30 anos de hotelaria – carreira que iniciou na rede Hilton, nos EUA, e que passou por outros ícones da hotelaria de luxo – Bressane conta que já viu o que há de melhor no setor. “Hoje eu digo que o luxo está na Ásia. O dinheiro está lá. Os investimentos em hotéis e gastronomia são incríveis. Lá cheguei a abrir hotéis que tinham sete, dez restaurantes de alto nível. E, culturalmente, eles dão muito valor ao atendimento, à qualidade do serviço.”

VEJA TAMBÉM: Os melhores hotéis brasileiros, segundo o Guia de Viagens FORBES

Se no Brasil a economia ainda claudica em outro patamar, a conquista do Belmond paranaense pode significar um novo olhar de viajantes e investidores para a hotelaria brasileira. O próprio Bressane diz que não troca seu atual local de trabalho por nada – nem pela China (que o queria por mais tempo), ainda que os filhos tenham visto do bom e do melhor e feito viagens “incríveis” enquanto moravam lá.

“O que eles não têm, ninguém tem, é uma natureza como esta. Imagine: nosso hotel é o único dentro do Parque Nacional do Iguaçu. As cataratas ficam a apenas 100 metros! Enquanto o parque está fechado ao público, elas são exclusivas dos hóspedes. É uma experiência sem igual”, afirma, sem esconder a empolgação.

MEDALHA DE OURO

A direção e os funcionários receberam a notícia da conquista da quinta estrela semanas antes da divulgação oficial, em 20 de fevereiro, e da festa de premiação, dias 27 e 28 no Beverly Hilton (Beverly Hills, Califórnia). “Depois de um ano de dedicação total, contínua e incansável a essa meta, quando soubemos o resultado foi uma grande festa”, diz Bressane. “Sermos o único hotel da América do Sul a atingir esse feito, quando temos outros grandes e excelentes hotéis no país e na região, nos enche de orgulho – e é muito importante para nossa hotelaria e nosso turismo”, completa.

O CEO do FORBES Travel Guide concorda: “Chegar à quinta estrela do FTG equivale a ganhar uma medalha de ouro na Olimpíada. É algo que só os melhores entre os melhores alcançam depois de anos e anos de trabalho duro. A alta pontuação dos serviços e das instalações [92,46% de aprovação nos critérios avaliados] do Belmond Hotel das Cataratas pode fazer o Brasil brilhar como um dos melhores destinos do mundo”.

POR DENTRO DO BELMOND HOTEL DAS CATARATAS

Belmond das Cataratas conquista a quinta ESTRELA (Divulgação)
Fachada histórica preservada

 

Construção: iniciada em 1939
Inauguração: 1958 (administrado pelo grupo Belmond desde 2007)
Área da propriedade: 15 mil m²
Acomodações: 187, divididas em sete categorias
Instalações: spa, piscina aquecida adulta e infantil, academia, quadra de tênis, sala de estar com lareira, dois restaurantes (Ipê Grill e Itaipu), dois bares (Tarobá e pool bar), dois salões para eventos, estacionamento
Diárias: de R$ 1.079 + taxas a R$ 4.200 + taxas (duas pessoas com café da manhã no Ipê Grill)
Endereço: rodovia BR-469, km 32, Parque Nacional Iguaçu, Foz do Iguaçu (PR)

E TAMBÉM: Belmond Hotel das Cataratas vence prêmio Best of the Best

COMO O FORBES TRAVEL GUIDE FAZ A AVALIAÇÃO

O FORBES Travel Guide teve seu início como Mobil Travel Guide há 60 anos, em 1958, com o primeiro sistema de avaliação “cinco estrelas” nos Estados Unidos. Os guias impressos eram vendidos exclusivamente nos postos de combustível da rede Mobil, como forma de estimular os viajantes a rodar mais – e a gastar mais combustível. Custava US$ 1 e já dava informações e dicas do tipo “onde encontrar um bom restaurante para jantar” na região.

Hoje os avaliadores de FORBES viajam pelo mundo analisando milhares de estabelecimentos. Antes das visitas, o departamento de avaliação observa cada destino e identifica possíveis candidatos a figurar no guia. Uma equipe de inspetores anônimos visita o hotel por um período de duas noites e três dias e avalia um conjunto de 900 padrões objetivos, o mais rigoroso no setor hoteleiro. Os inspetores enviam seus relatórios à sede do FTG, em Atlanta (EUA), onde um algoritmo ponderado é usado para determinar a classificação final. Esse processo é realizado em 42 países e, em 2017, resultou em 175 hotéis com cinco estrelas, 478 com quatro e 237 classificados como recomendados.

A publicação anual dos resultados e dos relatos de viagem ajuda os viajantes a escolher as melhores experiências de luxo no mundo. Admirado pelo público, o FTG – único sistema independente e global de classificação de hotéis, restaurantes e spas de luxo – também é considerado pela indústria hoteleira como a mais prestigiada realização do setor.

O QUE FAZER PARA SER…

CINCO ESTRELAS
A propriedade deve ser notável ou icônica, com serviço praticamente impecável e instalações surpreendentes.

QUATRO ESTRELAS
Deve ser considerado excepcional, com instalações de qualidade e serviço de alto nível.

RECOMENDADO
O estabelecimento é avaliado como excelente, com serviços e instalações consistentemente bons.

 

Veja, na galeria de fotos abaixo, mais detalhes do Hotel das Cataratas:

  • Janelas generosas se abrem para o parque

  • Sala de estar com lareira para os (poucos) dias frios

  • Piscina aquecida de borda infinita e pool bar

  • A inigualável vista do restaurante Itaipu

  • A elogiada caipirinha

  • Funcionários “calorosos” e bilíngues

  • Ambientes cercados pela mata e culinária internacional

  • O hotel possui dois restaurantes (Ipê Grill e Itaipu)

  • Os restaurantes servem culinária internacional

Janelas generosas se abrem para o parque

 

Reportagem publicada na edição 57, lançada em março de 2018

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).