Cade aprova venda de centrais hidrelétricas da Gerdau para mineradora Kinross

iStock
A Gerdau informou o acordo para venda dos complexos hidrelétricos de Caçu e Barra dos Coqueiros (iStock)

A superintendência geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a venda de duas centrais hidrelétricas da Gerdau para a mineradora canadense Kinross Gold.

LEIA MAIS: Gerdau reverte prejuízo e tem lucro líquido ajustado de R$ 262 mi no 4º tri

No mês passado, a Gerdau informou o acordo para venda, por R$ 835 milhões, dos complexos hidrelétricos de Caçu e Barra dos Coqueiros, em Goiás. As usinas foram inauguradas em 2010 e têm capacidade instalada total de 155 megawatts.

Em seu parecer, o Cade informou que depois da conclusão da operação, a capacidade de geração de energia elétrica da Kinross subirá para 211,3 megawatts, ante os atuais 56,3 megawatts.

“Apesar dessa elevação, a participação da Kinross não alcançará 1% da capacidade de geração nacional”, diz o documento, acrescentado que, portanto, a operação não resulta em sobreposição horizontal significativa.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).