CSN tem lucro de R$ 378 milhões no 4º trimestre

iStock
A CSN teve lucro líquido de R$ 111 milhões no acumulado de 2017 (iStock)

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) teve lucro líquido de R$ 378 milhões no quarto trimestre, ante lucro de R$ 256 milhões de julho a setembro, apoiada por aumento de preços do aço.

LEIA MAIS: CSN tem lucro líquido de R$ 256 mi no 3º trimestre

No acumulado de 2017, a CSN teve lucro líquido de R$ 111 milhões, ante prejuízo de R$ 853 milhões em 2016.

O resultado operacional da companhia medido pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização, na sigla em inglês) foi de R$ 1,556 bilhão no último trimestre do ano passado, contra R$ 1,006 bilhão no trimestre imediatamente anterior.

Em termos ajustados, o Ebitda atingiu R$ 1,2 bilhão no trimestre, versus R$ 1,21 bilhão no trimestre anterior, enquanto a margem Ebitda ajustada ficou estável em 22,9%.

A receita líquida no período somou R$ 4,99 bilhões, montante 4% superior na comparação sequencial.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

No seu relatório, a empresa atribuiu o crescimento à “melhora no desempenho pelos reajustes de preços dos produtos siderúrgicos, enquanto no segmento de mineração, o incremento ocorreu pelo maior preço realizado do minério de ferro”.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 860 milhões, devido à valorização do dólar frente ao real (+4,4%) no trimestre.

A siderúrgica fechou 2017 com dívida líquida de R$ 26,27 bilhões, pouco acima dos R$ 25,7 bilhões de setembro. A relação dívida líquida sobre Ebitda subiu de 5,48 para 5,66 vezes.

Executivos da siderúrgica detalham os resultados do período em teleconferência com analistas nesta quarta-feira (28) às 11h.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).