Nestlé lança laboratório de controle de qualidade com foco em orgânicos

Getty Images
Novo laboratório ajudará no lançamento primeira linha de alimentos orgânicos da Nestlé no Brasil (Getty Images)

A empresa de alimentos Nestlé inaugurou um laboratório de controle de qualidade no interior de São Paulo que facilitará o crescimento da companhia em produtos orgânicos no Brasil, e executivos disseram que a instalação pode se expandir para atender toda a América Latina e além.

LEIA MAIS: Nestlé lança seus primeiros produtos orgânicos no Brasil nas próximas semanas

Em fevereiro, a Nestlé disse à Reuters que estava lançando sua primeira linha de alimentos orgânicos no Brasil, enquanto promove um esforço global para capturar o crescente interesse em produtos orgânicos e saudáveis.

Em entrevista na noite de ontem (22), executivos da maior empresa de alimentos do mundo disseram que o novo laboratório, que custou R$ 23 milhões, ajudará no lançamento dessa iniciativa. “Quando você promete ao consumidor que é orgânico, tem que ser orgânico. Você tem que assegurar que seja livre de pesticidas”, afirmou Fabien Robert, gerente de qualidade da Nestlé para Américas, acrescentando que a nova instalação pode significar maior “frequência” de testes para pesticidas e organismos geneticamente modificados.

Embora o novo laboratório na cidade de Araras represente um aumento de apenas 10% na capacidade analítica em relação à unidade da Nestlé em São Paulo, os executivos disseram que ela provavelmente será expandida.

A unidade atenderá o Brasil e também Colômbia, Venezuela, Peru, Chile e Argentina, mas pode crescer para servir toda a América Latina e, ocasionalmente, ajudará as outras regiões em que a Nestlé atua, como a África, explicou Robert. “Provavelmente irá além e será uma plataforma para toda a região”, disse ele à Reuters.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).