Amazon inicia entregas em porta-malas de carros

Estratégia tem como objetivo evitar o roubo de mercadorias

Não satisfeita em colocar pacotes dentro das casas dos clientes, a Amazon.com lançou ontem (24) um novo programa para entregar pacotes aos carros estacionados de seus clientes.

LEIA MAIS: Amazon diz que tem mais de 100 milhões de membros Prime

A maior varejista online do mundo está lançando o programa em 37 cidades dos Estados Unidos para consumidores com veículos mais recentes compatíveis e planeja expandir o serviço. Tudo o que é necessário para ter pacotes entregues em um carro é baixar um aplicativo da Amazon e vinculá-lo ao chamado serviço de carro conectado, como o sistema OnStar, da General Motors, ou o On Call, da Volvo.

O esforço de entregas no carro é parte da iniciativa da Amazon de deixar pacotes onde eles não podem ser facilmente roubados. Desde 2011, a Amazon oferece armários seguros para clientes urbanos.

“A Amazon continuará buscando formas de reduzir problemas e o custo por milhagem. Tenho certeza de que muitos consumidores prefeririam que o porta-malas do carro fosse aberto remotamente por terceiros do que a porta da frente de sua casa”, disse Greg Melich, analista da Moffett Nathanson.

O serviço no carro se baseia em um esforço que a Amazon lançou no ano passado chamado Amazon Key. Esse sistema usa uma combinação de fechadura e câmera conectadas à internet de US$ 220 para permitir que os motoristas de entrega da Amazon coloquem pacotes dentro das casas dos membros do Amazon Prime.

Por outro lado, o serviço de entrega no carro é gratuito para os membros Prime. Ele será oferecido em São Francisco, Seattle, Atlanta, Nashville, Milwaukee, Salt Lake City e Washington, entre outras áreas.

LEIA MAIS: Amazon lança sistema de compras internacionais

A opção de entrega em domicílio colocou a gigante norte-americana de comércio eletrônico em concorrência direta com as chamadas empresas de segurança para residências inteligentes, como o Nest Labs, da Alphabet, e pressagia a aquisição da fabricante de campainhas conectadas Ring pela Amazon por US$ 1 bilhão.

“Acho que esse é um bom exemplo da cultura de teste e aprendizado da Amazon. A empresa tenta muitas coisas diferentes, algumas são bem-sucedidas, outras menos, mas todas fornecem informações importantes para a empresa”, disse James Cordwell, analista da Atlantic Equities.

Mas o novo serviço de entrega em automóvel pode ter um alcance mais amplo, porque funciona com muitos carros compatíveis da Chevrolet, Buick, GMC, Cadillac e Volvo, com planos de oferecer mais marcas e modelos no futuro.

O serviço de entrega da Amazon utiliza o recurso de desbloqueio interno do carro sem nunca fornecer ao responsável pela entrega um código de acesso ou outro acesso permanente ao carro. “Tudo é criptografado com segurança entre os dois serviços”, disse Rohit Shrivastava, gerente geral da Amazon Key. Ele também informou que a Amazon não pode ver ou rastrear o carro do cliente.

Em vez disso, o cliente dá à Amazon um endereço no qual o carro será estacionado e acessível ao público, junto com a marca, o modelo, a cor e o número da placa para ajudar o entregador a encontrar o veículo certo. Os clientes também recebem vários lembretes em seus telefones antes, durante e depois da entrega dos pacotes.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).