Não nos envie presentes, doe para caridade, pedem príncipe Harry e Meghan

O casal pediu para as pessoas fazerem doação para caridade ao invés de presenteá-los pelo casamento

O príncipe Harry, do Reino Unido, e sua noiva Meghan Markle pediram que qualquer um que deseje mandar um presente para marcar seu casamento, que será no próximo mês, faça, ao invés disso, uma doação para uma organização de caridade, disse hoje (9) seu gabinete.

LEIA MAIS: Príncipe britânico Harry e noiva convidam 600 pessoas para casamento real

O príncipe Harry e a atriz norte-americana Meghan Markle, que irão se casar no Castelo de Windsor no dia 19 de maio, atraíram grandes multidões sempre que apareceram em público desde que anunciaram seu noivado em novembro do ano passado.

Em comunicado, o gabinete de Harry disse que o casal está incrivelmente grato com a boa vontade que tem recebido e “entusiasmado para que o maior número possível de pessoas se beneficie dessa generosidade de espírito”.

“O casal pediu, portanto, que qualquer um que possa desejar marcar a ocasião considere fazer uma doação para uma organização de caridade, ao invés de enviar um presente de casamento”, disse o comunicado.

Harry e Markle selecionaram algumas organizações, com as quais não têm nenhuma ligação direta, para receber a ajuda das pessoas: a Children’s HIV Association, que ajuda crianças que vivem com Aids no Reino Unido e na Irlanda, a Myna Mahila Foundation, que auxilia mulheres em favelas de Mumbai, a organização para desabrigados Crisis, o grupo de conservação Surfers Against Sewage e a Scotty’s Little Soldiers, que apoia crianças que perderam pais enquanto serviam para as Forças Armadas britânicas.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).