Netflix planeja captar US$ 1,5 bi em dívida

Objetivo da operação é financiar a forte expansão de conteúdo original

A Netflix disse hoje (23) que planeja levantar US$ 1,5 bilhão em dívida, na segunda vez que a empresa recorre ao mercado de dívida em menos de um ano para financiar a forte expansão de conteúdo original.

LEIA MAIS: Produções da Netflix atraem mais assinantes do que o esperado

A Netflix, pioneira em transmissão de vídeo, que captou US$ 1,6 bilhão em dívidas em outubro passado, vem gastando agressivamente em conteúdo original para impulsionar o crescimento de assinantes em todo o mundo.

A Netflix superou as estimativas de Wall Street para adições de assinantes no início deste mês, impulsionado pelos hits originais “Altered Carbon” e “Jessica Jones”, e disse que pretende gastar cerca de US$ 8 bilhões em conteúdo em 2018.

A companhia também divulgou dívida de longo prazo de US$ 6,5 bilhões no fim do primeiro trimestre e disse que espera que o fluxo de caixa livre seja negativo no segundo semestre de 2018.

A Netflix tinha cerca de US$ 2,6 bilhões em caixa, de acordo com o último relatório trimestral da empresa.

A companhia disse, ainda, que pretende usar os recursos líquidos da oferta para propósitos corporativos gerais, que podem incluir aquisições de conteúdo e produção.

As ações da Netflix subiam cerca de 0,56% às 12h44 (horário de Brasília)

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).