Obras-primas de Michelangelo chegam a teatro de Roma

Apresentação inclui imagens em alta definição das criações do artista italiano

Com a ajuda de lasers, dançarinos e música do cantor britânico Sting, as obras-primas de Michelangelo estão chegando a novos públicos fora da Capela Sistina do Vaticano.

LEIA MAIS: 10 maiores roubos de obras de arte

Imagens em alta definição das obras de 500 anos estão sendo projetadas nas paredes e no teto de um auditório sinfônico de Roma em um novo show chamado “Juízo Universal – Michelangelo e os segredos da Capela Sistina”.

Produzida pelo diretor de criação italiano Marco Balich, curador da cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio de Janeiro, e com trilha sonora do músico britânico vencedor do Grammy Sting, a apresentação mostra artistas contando a origem das peças à plateia.

“A Criação de Adão”, que mostra Deus dando vida ao primeiro homem e que compõe o teto da Capela Sistina, é uma das várias imagens exibidas ao redor e acima do público no show de 270 graus.

Balich, cujo trabalho foi aprovado pelo museu do Vaticano, disse que a ideia para a produção nasceu do desejo de mostrar a seus quatro filhos adolescentes que o artista da Renascença italiana foi um super-herói de seu tempo.

“Toda vez que eu propunha a eles uma ida ao museu eles reclamavam”, contou ele à Reuters. “Fui ver Batman seis vezes, sete edições do Homem-Aranha, e finalmente disse a eles: ‘Agora vou mostrar a vocês que Michelangelo foi um super-herói da época’.”

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).