Trump propõe mais US$ 100 bi em tarifas contra China

O comunicado de Trump cita disputas por propriedade intelectual dos Estados Unidos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse ontem (05) que instruiu autoridades comerciais do país a avaliarem US$ 100 bilhões em tarifas adicionais sobre a China “diante da retaliação injusta da China” contra sobretaxas impostas anteriormente pelos EUA que incluíam US$ 50 bilhões de tarifas sobre bens chineses.

LEIA MAIS: China adota tarifas sobre produtos dos EUA

O comunicado de Trump afirma que o Escritório Comercial dos EUA determinou que a China “se engajou repetidamente em práticas para obter injustamente propriedade intelectual dos EUA”.

Mercados financeiros oscilaram violentamente nos últimos dias diante de temores de crescentes tensões comerciais entre as duas das maiores economias do mundo.

Índices de futuros dos mercados acionários dos EUA caíram em reação ao último comentário de Trump.

Antes do anúncio mais recente, parlamentares dos EUA tinham reagido com grande preocupação sobre a ameaça ao setor agrícola norte-americano da confrontação comercial com a China.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).