Amazon faz oferta para comprar 60% de varejista Flipkart

iStock
O acordo seria a maior aquisição de um negócio online da Amazon

A Amazon.com fez uma oferta formal para comprar uma participação de 60% na varejista online Flipkart, disse hoje (2) o canal de televisão CNBC-TV18, ameaçando complicar o lance do Walmart para comprar uma fatia majoritária na empresa indiana de comércio eletrônico.

LEIA MAIS: Walmart pode comprar Flipkart na próxima semana

Fontes disseram à Reuters no início do mês que o Walmart provavelmente chegaria a um acordo para comprar uma fatia majoritária na Flipkart, maior concorrente da Amazon na Índia, até o final de junho, por uma quantia entre US$ 10 bilhões e US$ 12 bilhões.

O acordo seria a maior aquisição de um negócio online da gigante norte-americana de varejo e daria início a uma batalha com a Amazon no mercado de comércio eletrônico indiano que, segundo analistas, valerá US$ 200 bilhões por ano dentro de uma década.

A CNBC-TV18 noticiou que a Amazon ofereceu à Flipkart uma multa pelo cancelamento do negócio no valor de US$ 2 bilhões para convencê-la a discutir uma oferta que, de acordo com analistas, traria importantes desafios antitruste, já que a Flipkart e a Amazon dominam o espaço de compras online na terceira maior economia da Ásia.

Duas fontes próximas ao assunto, que pediram para não serem identificadas, confirmaram à Reuters que a Amazon está interessada em comprar a Flipkart, mas não deram mais detalhes. Uma delas disse que a Flipkart vetou uma proposta da Amazon por uma fatia entre 51% e 55% na empresa dois anos atrás, julgando o preço oferecido muito baixo na época. “Agora, com o Walmart, as coisas são diferentes”, disse a fonte. “Até onde é de meu conhecimento, nenhuma decisão foi tomada ainda. Não há prazo propriamente dito.”

VEJA TAMBÉM: Walmart está em conversas para comprar mais de 40% de indiana Flipkart, dizem fontes

A CNBC-TV18, citando fontes não identificadas, disse que a nova oferta da Amazon deve se equiparar à do Walmart, mas que os investidores e fundadores da Flipkart continuam favorecendo o acordo com o Walmart, com o fundador Sachin Bansal supervisionando as negociações finais.

Um porta-voz do Walmart se recusou a comentar, enquanto a Amazon disse que não fala sobre rumores e especulações.

O Flipkart não respondeu aos pedidos de entrevista.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).