Apple desiste de centro de processamento na Irlanda

Projeto de US$ 1 bilhão ficou paralisado por mais de três anos

A Apple desistiu dos planos de construir um centro de processamento de dados de € 850 milhões (US$ 1 bilhão) na Irlanda por causa de atrasos no processo de aprovação que paralisaram o projeto por mais de três anos, afirmou a companhia norte-americana hoje (10).

LEIA MAIS: Ações da Apple batem recorde e chegam a US$ 183,90

A Apple tinha anunciado os planos de construção da central em fevereiro de 2015 para aproveitar fontes de energia limpa locais, mas uma série de ações judiciais atrasaram a aprovação do projeto.

O Tribunal Superior da Irlanda decidiu, em outubro, que o centro de processamento poderia receber sinal verde para ser construído, rejeitando apelações de indivíduos contrários ao projeto que levaram o caso para a Suprema Corte do país.

“Apesar de nossos melhores esforços, atrasos na aprovação do processo nos forçaram a fazer outros planos e não poderemos avançar com o centro de dados”, disse a Apple em comunicado, antes de audiência hoje na Suprema Corte.

A Irlanda conta com companhias multinacionais como a Apple para a criação de um em cada 10 empregos no país e considera investimentos elevados em tais centros de processamento de dados como meios de assegurar a presença dessas empresas no país.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).