Chinesa compra empresa de manutenção do São Lourenço

Sistema é iniciativa do governo de SP para garantir segurança hídrica

Construtora chinesa ficará com 100% de um dos principais empreendimentos do governo do Estado de São Paulo para garantir segurança hídrica na região metropolitana do Estado.

LEIA MAIS: Artigo de Alan Turing pode ajudar a produzir água

A construtora chinesa CGGC fechou acordo para comprar 100% da empresa encarregada pela manutenção do sistema paulista produtor de água São Lourenço, um dos principais empreendimentos do governo de São Paulo para garantir segurança hídrica na região metropolitana do Estado.

O valor da operação não foi revelado. O sistema São Lourenço é operado pela companhia estadual de água e saneamento Sabesp e o contrato de 25 anos de concessão foi assinado em 2013 pelo consórcio formado pelos grupos Andrade Gutierrez e Camargo Corrêa, envolvidos nas investigações da operação Lava Jato.

A construção começou em 2014 e foi concluída em março deste ano, informou a Sabesp. A obra demandou investimentos de R$ 2,2 bilhões e consiste em tubulação que interliga a represa Cachoeira do França, em Ibiúna, a uma estação de tratamento de água situada a cerca de 80 quilômetros de distância.

A aquisição marca um avanço e indica o grande potencial da CGGC no mercado sul-americano, onde a empresa tem investimentos de bilhões de dólares no Equador e Argentina, disse à agência de notícias chinesa “Xinhua” o presidente do conselho do China Gezhouba Group Overseas Investment, Chen Xiaohua.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).