Executivo de inteligência artificial do Baidu renuncia

Lu Qi, especialista na tecnologia, está se afastando por motivos pessoais

Lu Qi, que supervisionou a transição do Baidu para inteligência artificial (IA), está deixando o cargo de diretor de operações, disse hoje (18) a dona da maior ferramenta de pesquisa da China.

LEIA MAIS: Baidu vai vender fatia de unidade financeira por US$ 1,9 bi

Lu, ex-executivo da Microsoft e especialista em IA que ingressou no Baidu no fim de 2016, era responsável pelas operações do dia a dia na unidade de inteligência artificial, que se tornou o foco principal da empresa no ano passado.

Ele seguirá como vice-presidente do conselho, enquanto o vice-presidente da empresa, Wang Haifeng, será o responsável, a partir de agora, por supervisionar os projetos de IA, disse o Baidu em uma postagem na mídia social, acrescentando que Lu saiu por “razões pessoais e familiares”.

Lu é visto como uma das principais figuras da indústria global de IA e se juntou ao Baidu quando a empresa recuperava a confiança dos investidores, depois de um escândalo ligado a sua ferramenta de buscas levar a novas regulamentações que minaram a receita publicitária da empresa.

O Baidu, que viu sua receita estagnar por vários trimestres após as novas regras, recuperou o ímpeto depois de fechar ou vender unidades deficitárias e canalizar recursos para sua IA e unidades de direção autônomas.

Os projetos de IA supervisionados por Lu, incluindo melhorias no feed de notícias da empresa, começaram a gerar dividendos para a empresa, cujo estoque subiu mais de 19% desde o início do ano.

LEIA MAIS: Por que clientes e profissionais de marketing precisam da inteligência artificial humana

“No futuro, ao mesmo tempo em que cuido de minha família, continuarei apoiando firmemente o Baidu e o [presidente-executivo] Robin Li. Também prestarei atenção à pesquisa e ao investimento da China-EUA”, disse Lu em um comunicado.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).