Facebook suspende 200 aplicativos em investigação

iStock
Facebook investiga apps que tiveram acesso a grandes quantidades de informações

O Facebook suspendeu até agora cerca de 200 aplicativos na primeira fase da investigação sobre apps que tiveram acesso a grandes quantidades de informações, uma resposta ao escândalo criado em torno do uso de dados da rede social pela consultoria política Cambridge Analytica.

LEIA MAIS: Facebook vai permitir que usuário limpe histórico de navegação

A investigação quer determinar se os aplicativos utilizaram de maneira irregular os dados, disse Ime Archibong, vice-presidente de parcerias de produtos do Facebook.

O presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou a investigação em 21 de março, quando afirmou que a rede social vai analisar todos os aplicativos que tiveram acesso a grandes quantidades de dados antes da empresa ter reduzido o acesso em 2014.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).