Financiamento imobiliário deve crescer 10% em 2018

iStock
O volume de crédito imobiliário com recursos da poupança aumentou 11,2% no primeiro trimestre

As incertezas que rondam o mercado financeiro no Brasil e no exterior não devem comprometer a expectativa de crescimento de 10% no volume de crédito para financiar a compra e aquisição de imóveis no país, disse à Reuters hoje (22) o presidente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito e Poupança (Abecip), Gilberto Duarte de Abreu Filho.

LEIA MAIS: Software 3D revoluciona a indústria imobiliária da China

“O mercado vai entrar num período agora tanto pelo cenário externo quanto pelo interno de um pouco mais de instabilidade… Acho que essas instabilidades do mercado financeiro não vão tocar tão rapidamente a economia real, que tem sua inércia, e devemos conseguir alcançar os números que falamos para 2018”, afirmou Abreu Filho.

Apenas no primeiro trimestre, o volume de crédito imobiliário com recursos da poupança aumentou 11,2% ante igual intervalo de 2017, para R$ 11,19 bilhões.

Entre os fatores que tendem a acentuar as incertezas no mercado, ele citou a guerra comercial entre países desenvolvidos, a tensão no Oriente Médio e a disputa eleitoral no Brasil.

Por outro lado, o presidente da Abecip destacou que a equalização da posição de capital da Caixa Econômica Federal deve favorecer a retomada do crédito imobiliário neste ano. “A Caixa está voltando de maneira mais contundente ao mercado, com condições novas de preço”, disse Abreu Filho.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).