Itaú Unibanco tem lucro líquido recorrente de R$ 6,4 bi no 1º trimestre

iStock
O lucro líquido recorrente do Itaú Unibanco teve alta de 2,2% em relação aos últimos três meses de 2017

O Itaú Unibanco, maior banco privado do país, informou ontem (1) que teve lucro líquido recorrente de R$ 6,419 bilhões no primeiro trimestre, alta de 2,2% em relação aos últimos três meses de 2017 e avanço de 3,9% ante igual período do ano passado.

LEIA MAIS: Itaú Unibanco cria conselho para melhorar desempenho na América Latina

Sem ajustes, o lucro líquido do Itaú Unibanco de janeiro a março foi de R$ 6,28 bilhões, alta de 7,9% sobre o trimestre imediatamente anterior e de 3,8% ante um ano antes.

O retorno sobre o patrimônio líquido subiu para 22,2% no trimestre, ante 22% um ano antes e 21,9% no quarto trimestre.

A medida de gastos do banco com perdas por empréstimos de má qualidade, chamada custo de crédito, somou R$ 3,788 bilhões, queda de 11% ante o quarto trimestre e recuo de 28,3% na comparação anual. A despesa com provisão para créditos de liquidação duvidosa (calotes) caiu 23,8% na comparação anual.

O índice de inadimplência, medido pelo saldo de operações vencidas há mais de 90 dias em relação à carteira total, foi de 3,1%, estável em relação aos últimos três meses do ano passado e 0,3% abaixo do mesmo trimestre de 2017. Levando em consideração apenas as operações no Brasil, o índice de inadimplência de mais de 90 dias ficou em 3,7%, mesmo nível do último trimestre de 2017, mas 0,5% menor em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

As receitas do banco com prestação de serviços recuaram 3,4% na comparação com o trimestre anterior e subiram 7,3% ante o mesmo período do ano passado.

VEJA TAMBÉM: Apple Pay estreia no Brasil em parceria com Itaú Unibanco

A carteira de empréstimos, incluindo garantias e títulos privados, encerrou março a R$ 601,1 bilhões, alta de 0,2% na comparação trimestral e de 2,4% na comparação anual, ajudado pela aquisição do banco de varejo do Citigroup no país.

A margem financeira com clientes do Itaú Unibanco recuou 1,6% ante o quarto trimestre do ano passado e caiu 1,8% ante primeiro trimestre de 2017, para R$ 15,261 bilhões, refletindo principalmente o efeito negativo da menor quantidade de dias corridos nesse trimestre, disse o banco.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).