Lucro da Arezzo sobe 22,3% no 1º tri

Companhia de calçados e bolsas registrou lucro líquido de R$ 27 milhões

A fabricante de calçados, bolsas e acessórios Arezzo&Co informou hoje (9) que encerrou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 27,1 milhões, alta de 22,3% em relação a igual período do ano passado, com expansão na receita em todas as marcas e canais.

LEIA MAIS: Grife brasileira de calçados abre loja em Beverly Hills, na Califórnia

A Arezzo aposta no crescimento e fortalecimento dos canais e franquias já existentes para manter o crescimento, apesar da recuperação econômica mais lenta do que o esperado. “Nós temos olhado para dentro e continuamos investindo fortemente em inovação e transformação digital”, disse à Reuters o vice-presidente de finanças e diretor de relações com investidores da empresa, Daniel Levy.

Além disso, a empresa também trabalha na expansão internacional para reduzir a dependência do mercado interno e amenizar o impacto da volatilidade do país.

Levy afirmou ainda que, embora a empresa tenha sido menos impactada pela recuperação mais lenta do que o esperado da economia, devido também ao público-alvo menos exposto à crise do país, a Arezzo tem observado que o tráfego em shopping centers está se recuperando mais lentamente do que o previsto.

De janeiro a março, a receita líquida da empresa somou R$ 330,2 milhões, alta de 11,1% ante mesmo período do ano passado.

A marca Arezzo seguiu como a maior contribuição para o resultado da companhia, representando 58% do faturamento total da empresa.

LEIA MAIS: Como uma marca turca de sapatos se expandiu globalmente

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) cresceu 13,1% na comparação anual, para R$ 40,8 milhões. A margem Ebitda subiu 0,2% para 12,3%.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).