Pepsi anuncia compra de marca de salgadinhos saudáveis

Fontes dizem que a gigante pagou menos de US$ 200 mi pela Bare Foods

A PepsiCo informou hoje (25) que vai comprar a produtora de salgadinhos de frutas e vegetais Bare Foods, em um movimento da empresa de alimentos e bebidas para expandir seu portfólio de alternativas saudáveis.

LEIA MAIS: PepsiCo faz maior encomenda antecipada de caminhões da Tesla

A Bare Foods, fundada em 2001 em uma fazenda familiar de maçã orgânica, vende seus salgadinhos de maçã, banana e coco Granny Smith em lojas, incluindo a rede Starbucks, e nos supermercados Whole Foods Market da Amazon.com.

As empresas não divulgaram os termos financeiros do acordo, enquanto a CNBC, citando uma fonte, disse que a Pepsi pagou menos de US$ 200 milhões pela empresa.

Essa é a mais recente aquisição de uma grande empresa de alimentos dos EUA que busca explorar a crescente demanda de consumidores preocupados com a saúde por lanches com baixo teor de sal e menos processados. Uma tendência que ajudou a impulsionar um salto de 20% nas vendas de biscoitos doces, barrinhas e salgadinhos de frutas para US$ 10 bilhões nos últimos cinco anos na América do Norte, segundo dados da empresa de pesquisa de mercado Euromonitor International.

A General Mills, dona das barrinhas de granola Nature Valley, era líder de mercado em 2017, enquanto a Pepsi, com uma participação de 5%, estava no 6º lugar, segundo a Euromonitor.

“Eu ficaria surpreso se esse fosse o único passo [da Pepsi] para ampliar as opções oferecidas aos consumidores”, disse o analista da BMO Capital Markets, Amit Sharma, acrescentando que a categoria lanches saudáveis ​​foi a que mais cresceu dentro da divisão de salgadinhos Frito-Lay.

LEIA MAIS: PepsiCo tem lucro trimestral acima do esperado

A Bare Foods irá operar de forma independente e se reportará à Frito-Lay North America, disse a Pepsi.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).