Sinergias com a compra da Monsanto caem US$ 300 mi, diz Bayer

O presidente-executivo da Bayer espera que o acordo seja aprovado e fechado em breve

A Bayer disse que a planejada aquisição da norte-americana Monsanto deverá gerar US$ 300 milhões a menos do que o esperado em sinergias, já que a empresa vai vender mais unidades do que o planejado para obter a aprovação antitruste. Agora, as sinergias estão projetadas em cerca de US$ 1,2 bilhão.

O presidente-executivo da Bayer, Werner Baumann, voltou a defender o acordo, apesar dos maiores obstáculos antitruste e de atrasos nas revisões regulatórias, falando aos acionistas na assembleia geral anual hoje (25). “Estou convencido de que essa aquisição tem um grande potencial para criar valor para nossa empresa, nossos acionistas e nossos clientes”, disse ele, acrescentando que espera que o acordo seja aprovado e fechado em breve.

Se o negócio não for fechado até 14 de junho, a Monsanto poderá retirar-se do negócio e buscar um preço mais alto.

O último grande obstáculo a ser vencido é o sinal verde dos reguladores dos EUA para a transação, avaliada em US$ 62,5 bilhões, incluindo dívidas. Mas a Bayer já chegou a um acordo sobre os termos de aprovação com o Departamento de Justiça.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).