“Trump não tem capacidade mental para lidar com adversidades”, diz presidente do Parlamento do Irã

Getty Images
Trump retira Estados Unidos do pacto nuclear internacional sobre o Irã

“O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não está apto para o seu cargo”, afirmou hoje (9) o presidente do Parlamento iraniano após a decisão do norte-americano de se retirar do pacto nuclear internacional sobre o Irã.

LEIA MAIS: Donald Trump sem filtro: presidente dos EUA conversa com FORBES

Trump retirou os Estados Unidos do acordo ontem (8), levantando o risco de um conflito no Oriente Médio, irritando aliados europeus e provocando incertezas em relação à oferta global de petróleo.

“Trump não tem capacidade mental para lidar com adversidades”, disse o presidente do Parlamento, Ali Larijani, à assembleia em discurso ao vivo na TV estatal.

Membros do Parlamento queimaram uma bandeira dos EUA e uma cópia simbólica do acordo iraniano, conhecido oficialmente como Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), no início da sessão. Eles também gritaram “morte à América”.

“O abandono por Trump do acordo nuclear foi um show diplomático. O Irã não tem obrigação de honrar seus compromissos sob a situação atual”, disse Larijani. “É óbvio que Trump só entende a linguagem da força”.

VEJA TAMBÉM: Como Donald Trump se tornou um ícone do hip hop

O presidente Hassan Rouhani afirmou ontem (8) que o Irã continuará comprometido com o acordo sem Washington apesar da decisão de Trump. O pacto foi elaborado para negar a Teerã a capacidade de construir armas nucleares.

“Se alcançarmos os objetivos do acordo em cooperação com outros membros do acordo, ele continuará em vigor. Ao deixar o acordo, a América comprometeu oficialmente seu compromisso com um tratado internacional”, disse Rouhani em discurso televisionado.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).