Ações da Tesla sobem 7% após declaração de Elon Musk

Segundo ele, produção do Model 3 deve atingir meta até o fim de junho

As ações da Tesla subiam 7% hoje (6) depois que seu presidente-executivo, Elon Musk, disse que a montadora está produzindo 500 de seus sedãs Model 3 por dia e deve alcançar a meta de produção de 5 mil por semana até o fim de junho.

LEIA MAIS: “Consumer Reports” recomenda Model 3, da Tesla

A lucratividade futura da Tesla depende do aumento das vendas do sedã com preço acessível, mas a empresa ainda não atingiu sua meta semanal devido a gargalos de produção.

As linhas de produção demonstraram a capacidade de produzir 3.500 veículos Model 3 por semana, disse Musk a investidores em uma reunião anual de acionistas ontem (5).

“O Model 3 é compreensivelmente o foco central para os investidores, enquanto a empresa trabalha para aumentar a produção”, escreveu Ben Kallo, analista da Baird Equity Research.

Dos 27 analistas que cobrem as ações, nove têm recomendação de compra ou superior, 10 de manter e 8 de vender ou inferior.

O preço-alvo mediano para a ação é de US$ 289, ante a cotação de cerca de US$ 312 para o papel hoje.

LEIA MAIS: Tesla admite problemas de frenagem no Model 3

A empresa perdeu cerca de 16% de seu valor de mercado no ano passado, com os investidores preocupados com a capacidade da Tesla de resolver problemas de produção.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).