Aneel autoriza Queiroz Galvão a vender hidrelétricas

Empreiteira está em crise financeira após envolvimento na Lava Jato

O braço de investimentos em energia da empreiteira Queiroz Galvão recebeu aval da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para vender suas fatias em três hidrelétricas ao fundo de investimentos em participações Astra, segundo publicação no “Diário Oficial” hoje (8).

LEIA MAIS: Cade aprova venda de centrais hidrelétricas da Gerdau para mineradora Kinross

A negociação vem em meio a um movimento da empreiteira para levantar recursos e pagar dívidas durante a crise financeira iniciada após a empresa ser alvo de acusações de corrupção investigadas por autoridades na Operação Lava Jato.

A Queiroz Galvão Energia negociou com o FIP Astra toda sua participação na Companhia Energética Santa Clara e na Queiroz Galvão Energética, além de toda sua parcela de 59% na Companhia Energética Chapecó. Os valores do negócio não foram revelados.

Essas empresas controlam, respectivamente, a hidrelétrica Santa Clara, com 60 megawatts, a hidrelétrica Jauru, de 121,5 megawatts e a hidrelétrica Quebra Queixo, com 120 megawatts, todas já em operação segundo informações do site da Queiroz Galvão Energia.

Segundo a Aneel, o prazo para implementação da transação de alteração de controle dos empreendimentos é de até 120 dias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).