Kroton pede abertura de capital da holding Saber

iStock
A Kroton pretende captar R$ 5,5 bilhões com a emissão de debêntures pela Saber

A Kroton Educacional pediu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a abertura de capital da Saber Serviços Educacionais, com o objetivo de emitir dívida no mercado de capitais para financiar a aquisição da Somos Educação, disse a empresa em comunicado ao mercado hoje (14).

LEIA MAIS: Kroton espera queda em competição no 2º semestre

A Kroton pediu o registro de emissor de valores mobiliários categoria B da Saber, holding criada para consolidar todas as operações de educação básica da companhia, incluindo as operações decorrentes da aquisição da Somos Educação.

“O processo de abertura de capital da Saber se insere em um contexto de estruturação e sofisticação de governança corporativa para futura captação de dívida no mercado de capitais, os quais serão utilizados para financiar e concluir a mencionada aquisição do controle acionário da Somos, dentre outras”, disse a Kroton, sem mencionar o valor da futura captação.

De acordo com reportagem publicada no jornal “Valor Econômico”, a Kroton pretende captar R$ 5,5 bilhões com a emissão de debêntures pela Saber.

A Kroton anunciou em abril a compra da Somos Educação por meio da holding Saber por R$ 4,6 bilhões. A operação ainda está sujeita a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).