Parente pede demissão da Petrobras; leia carta

Pedro Parente pede demissão da presidência da Petrobras
Pedro Parente pede demissão da presidência da Petrobras. Foto: Reuters

O presidente-executivo da Petrobras Pedro Parente pediu demissão na manhã desta sexta-feira (01), disse a empresa em fato relevante, em meio a discussões sobre a política de preços da petroleira.

LEIA MAIS: Ações da Petrobras desabam mais de 14%

A Petrobras disse que a nomeação de um presidente interino será examinada pelo Conselho de Administração. “A composição dos demais membros da diretoria executiva da companhia não sofrerá qualquer alteração”, disse a estatal.

A bolsa paulista B3 suspendeu as negociações com as ações da companhia após o anúncio.

Na carta em que pediu demissão do cargo de presidente-executivo da Petrobras nesta sexta-feira, Pedro Parente afirmou que sua permanência à frente da empresa “deixou de ser positiva”, e que considera ter cumprido na sua gestão o que prometeu.

No documento, ele disse ainda que não possui apego a cargos e não será “um empecilho para que essas alternativas sejam discutidas”.

“Me parece… que as bases de uma trajetória virtuosa para a Petrobras estão lançadas”, disse Parente.

Gigantes do petróleo disputam ativos da Petrobras

A saída do executivo da estatal acontece após uma greve de caminhoneiros contra a alta do diesel que levou o governo a criar um programa de subvenção para garantir um congelamento inicial dos preços do diesel, que depois passará a ter reajustes mensais até o final do ano, e não mais diários.

“Está claro, Sr. Presidente, que novas discussões serão necessárias. E, diante deste quadro fica claro que a minha permanência na presidência da Petrobras deixou de ser positiva e de contribuir para a construção das alternativas que o governo tem pela frente”, disse Parente na carta.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).