Lifestyle

Como Steve Jobs revolucionou tanto quanto Thomas Edison

“Ele foi responsável, mais do que qualquer um, por criar o mundo moderno. Ninguém fez mais do que ele para moldar a cultura da civilização contemporânea. Ele foi a figura mais influente do milênio.”

 

Essa citação poderia ter vindo de centenas de artigos sobre Steve Jobs, após sua morte em outubro de 2011. Mas na verdade, ela foi escrita para alguém que nasceu quase 100 anos antes. Thomas Edison é o sujeito desta frase que veio do The Heroes os the Age: Electricity and Man, de Geral Beals em 1999.

 

Qual dos dois nomes foi então o mais influente das gerações? Steve Jobs ou Thomas Edison? Como inventor Jobs foi uma influência assim como Edison? A verdade é que essa comparação não pode ser feita. Eles viveram em eras diferentes da tecnologia, tornando assim seus campos muito difíceis se não impossíveis de se comparar. É mais interessante observar o que tornou essas duas pessoas grandes atletas da inovação.

 

Entre a cultura popular, Thomas Edison é mais conhecido por inventar a lâmpada. Mas entre os historiadores, a maior conquista de Edison é amplamente aceita como o primeiro sistema economicamente viável do mundo de geração e distribuição de luz elétrica e calor. A visão de Jobs foi semelhante e ele levou a Apple a criar um paradigma inteiramente novo: uma plataforma de tecnologia de consumo que promoveu uma inovação e um amplo número de produtos.

 

A conclusão é que não é possível encontrar um que seja “melhor”. Independente da sua conclusão é fascinante pensar nas invenções que ainda vão surgir de pessoas que se inspiraram nas criações destes dois homens, indiscutivelmente os dois mais influenciáveis do milênio.

Topo