Lifestyle

Falar a verdade pode ajudar sua saúde e seu sistema imunológico

Novo estudo feito por uma professora de psicologia na Univerdade Notre Dame, na França, afirma que falar a verdade faz realmente bem para a saúde.

A autora Anita E. Kelly e sua equipe reuniram 72 adultos e os dividiram em dois grupos: o da sinceridade e o controlado. O segundo não recebeu nenhuma instrução sobre o que fazer, apenas que iam participar da pesquisa que duraria cinco semanas. O grupo da sinceridade recebeu a seguinte explicação: “durante os próximos dias, em um período de cinco semanas, vocês devem ser honestos, verdadeiros e sinceros, não só sobre coisas grandes, mas também sobre pequenas coisas como o porquê de estar atrasado. Vocês não podem escolher ‘não responder’, e precisam sempre estar cientes do que falaram”.

Durante as cinco semanas seguintes, os dois grupos foram ao laboratório para exames periódicos com polígrafo e para avaliar a saúde. Na última semana, Kelly afirmou que os resultados foram maravilhosos. O grupo da sinceridade mostrou menos sintomas de problemas de saúde como dores de cabeça, náuseas, dores de garganta e tensão, que o outro grupo.

Apesar destes resultados, outro estudo feito pelo expert Robert Feldman sugere que cerca de 60% das pessoas não consegue passar por uma conversa de dez minutos sem contar pelo menos duas mentiras. Porém, foi comprovado que todas essas mentiras aumentam o nível de stress que prejudicam nosso sistema imunológico.

“Desde o primeiro semestre, eu também estou seguindo as instruções da minha pesquisa. Normalmente, eu durmo oito horas por noite e tenho de 5 a 7 resfriados no inverno. Agora, eu tenho dormido apenas três horas por noite e não fiquei doente nenhuma vez desde então”, conta Kelly em seu blog.

Topo