Lifestyle

La Prairie: um paraíso entre os Alpes suíços

Todas as manhãs, ao acordar, eu olhava ao redor e tudo – desde a decoração e a mobília à vista da varanda da suíte, com a deslumbrante paisagem dos Alpes e do Lago Leman – fazia-me perguntar: “Será que estou mesmo em uma clínica?”. Era difícil acreditar que eu não estava em um hotel de luxo e sim em uma das mais famosas clínicas de saúde do mundo. Desta vez eu tinha um motivo específico para voltar à bela e cozy Montreux, na Suíça: conferir a mais recente reforma da clínica e spa La Prairie. A obra, concluída em outubro do ano passado, durou um ano. O objetivo dado ao escritório de arquitetura Brönnimann e Gottreux, de Vevey, era melhorar a conexão entre o centro médico e o spa. O resultado? Um espaço de 1.600 metros quadrados, ainda mais aconchegante, de dedicação ao bem-estar.

O La Prairie é mundialmente conhecida pelo seu extrato de células de fígado de embriões de cordeiro, o qual promete retardar o envelhecimento e fortalecer o sistema imunológico. Desenvolvido em 1931 pelo médico suíço Paul Niehans, um dos pioneiros no estudo de terapia celular, o tratamento com o extrato CLP é procurado por celebridades, reis, rainhas e milionários de diversas partes do mundo. No início, os pacientes recebiam o composto por meio de injeções, mas a partir de 1992 ele passou a ser consumido via oral – o que tornou o tratamento ainda mais eficaz e com menos efeitos colaterais.

“Trata-se de um tratamento de rejuvenescimento comprovado cientificamente. Desempenho intelectual mais eficiente, aumento da resistência física, melhora do sono e maior resistência do organismo a infecções agudas e crônicas são alguns de seus efeitos”, explica Adrian Heini, diretor médico da Clinique La Prairie. O tratamento começa com um check-up médico completo. Na sequência, a revitalização acontece por meio da combinação de uma injeção de bioestimulante e duas doses do extrato CLP, as quais devem ser tomadas em dois dias consecutivos.

O La Prairie conta com 50 médicos responsáveis pela cobertura de 25 especialidades diferentes. Angiologia, cardiologia, ginecologia, dermatologia e endocrinologia estão entre elas. As instalações modernas e luxuosas nada se parecem com as de um centro clínico, mas o fato é que eu estava dentro de um dos mais avançados polos médicos da Europa. A clínica conta com seis programas: revitalização, reequilíbrio, beleza, check-up médico, controle de peso e melhor mobilidade. Todos incluem exames laboratoriais como radiografia de tórax e eletrocardiograma.

Na semana anterior a minha visita, uma rainha esteve entre os pacientes cercada por todos os cuidados e sigilo. Nenhuma das minhas inúmeras tentativas de descobrir o nome da nobre dignatária surtiram efeito, nem mesmo jogos de adivinhações. Definitivamente, os suíços são ótimos em preservar segredos.

Na clínica também são realizados diversos tipos de cirurgias, inclusive plásticas. O Brasil é conhecido pelo seu domínio da medicina estética. Porém, Heini afirma que a clínica tem conseguido atrair clientes brasileiros. “Os brasileiros estão por dentro das mais recentes descobertas nesse campo e, portanto, são os pacientes mais exigentes.”  O público geral é formado por homens e mulheres acima de 40 anos. Os países que mais mandam pacientes para a CLP são China, Rússia e nações árabes, nessa ordem.

Heini fala do Brasil com certa familiaridade. Embora tenha visitado o país apenas duas vezes, ele diz ter alguns laços com a cultura verde e amarela. “Eu e minha esposa somos fãs do Roberto Carlos. Costumamos ouvir as músicas dele no carro. Meu tio-avô era casado com uma brasileira e tinha uma fábrica de cerveja no Brasil. Meu irmão também se casou com uma brasileira. E meu pai apoia o trabalho de um padre em uma comunidade amazônica”, diz.

As moderníssimas e confortáveis instalações do spa são um capítulo à parte. Com um grupo formado pelos mais capacitados profissionais de seus segmentos, os tratamentos ali oferecidos não encontram comparativos em nada do que eu já fiz nas minhas viagens pelo mundo. Quantas massagens tailandesas você já fez com uma sorridente e aparentemente frágil mulher de 1,50 metro natural de Bangcoc? Ela foi trazida à clínica especialmente para desempenhar essa função. Depois de caminhar, literalmente, sobre minhas costas , ela recolocou no lugar todas minhas articulações e juntas com uma força que não parecia sair daquela delicada estrutura corporal.

No spa também estão à disposição quatro equipamentos para tratamento do corpo. Destaque para o “LEDs by Filorga” que promove fotoestimulação celular para amenizar sinais de envelhecimento, celulites, estrias e cicatrizes em um curto espaço de tempo. A cama de LEDs na qual o paciente deita e recebe a light therapy enquanto faz outros tratamentos está entre os pequenos detalhes que surpreendem a cada nova sala descoberta.

Para o rosto, especificamente, são cinco equipamentos. O Simonin, por exemplo, levanta e molda o contorno da face por meio da ação de eletrodos de ouro, os quais estimulam a produção de colágeno, melhorando a elasticidade da pele. E, recentemente, o spa adquiriu novos aparelhos para sua área molhada. Um deles faz uso de gelo para tonificar o corpo. Imagine-se intercalando passos entre minipiscinas de água quente e gelada (com gelo mesmo) e terminando num banho de vapor? A sensação de bem-estar é indescritível.

A alimentação também é diferenciada. Cozidos no vapor ou assados, os alimentos são temperados com ervas frescas e especiarias. O cardápio possui opções ricas em fibras e livres de gordura animal. Não pense, entretanto, que se trata daquela comida de hospital sem graça e com apresentação duvidosa. Lá, tudo que tange à alimentação é tratado como num restaurante três estrelas Michelin. Pratos saborosos e com visual rebuscado são servidos no ambiente clean e luxuoso do restaurante repleto de obras de artes. Ao fundo, uma bela vista do lago e do jardim, milimetricamente cuidado.

E não se preocupe se o seu francês ou inglês estiverem enferrujados. Uma grande parte dos colaboradores da clínica é formada por expatriados de Portugal, e nossa língua é idioma corrente em quase todas as salas. Mais um motivo para se sentir em casa.

Topo