Lifestyle

10 filmes de animação que mais faturaram na história

Unanimidade entre as crianças, os filmes de animação são espaços mágicos onde tudo é possível.

Porém, a julgar por essas bilheterias, os desenhos animados vêm emocionando e empolgando mais e mais pessoas.

Conheça na galeria os 10 filmes de animação com as maiores bilheterias da história:

  • Bilheteria: US$ 1,27 bilhão. “Frozen”, uma adaptação de “A Rainha de Gelo” de Hans Christian Anderson, foi um lance arriscado da Disney. A aposta valeu a pena e o filme conquistou a maior bilheteria da história.

  • Bilheteria: US$ 1 bilhão. O último “Toy Story” foi o mais emocionante, com um Andy crescido dando todos seus brinquedos embora. Crianças e adultos riram, choraram e transformaram o filme na maior bilheteria da franquia.

  • Bilheteria: US$ 987 milhões. “O Rei Leão” iniciou uma nova era de filmes de animação da Disney com ótimos números musicais e grande potencial para sequências. O filme gerou uma bem sucedida peça na Broadway e uma série para TV sobre o filho de Simba está em andamento no Disney Channel.

  • Bilheteria: US$ 971 milhões. O primeiro “Meu Malvado Favorito”, que conta a história de um vilão encarregado de cuidar de três crianças órfãs, foi uma agradável surpresa para o estúdio: faturou US$ 543 milhões com um orçamento de apenas US$ 69 milhões. A sequência foi ainda melhor, e mais filmes já estão em andamento.

  • Bilheteria: US$ 937 milhões. A história do pequeno peixe perdido foi assistida milhares de vezes pelas crianças de todo mundo, mas não havia rumores de uma sequência… Até agora. “Procurando Dory” irá estrear nos cinemas em 2016.

  • Bilheteria: US$ 920 milhões. Este é o primeiro filme da DreamWorks Animation no ranking – e o mais bem sucedido da franquia.

  • Bilheteria: US$ 799 milhões. Quando a terceiro parte da franquia chegou aos cinemas, foi recebido com mais críticas do que o esperado. “Shrek: O Terceiro” recebeu nota 40 (de 100) no site especializado em cinema Rotten Tomatoes.

  • Bilheteria: US$ 744 milhões. Para a sequência de um dos maiores sucessos da Pixar, a Disney resolveu levar Sulley e Mike de volta à faculdade.

  • Bilheteria: US$ 731 milhões. Os primeiros 10 minutos de “Up”, contando a história de Carl Fredricksen e sua esposa, é um dos trechos mais emocionantes do cinema. Este é um filme da Pixar que não precisa – e provavelmente não terá – de uma sequência.

  • Bilheteria: US$ 631 milhões. A Pixar fez graça com todos os estereótipos dos super-heróis neste filme. A audiência não se esquece da estilista Edna Mode insistindo que “não se deve usar capas!”.

Bilheteria: US$ 1,27 bilhão. “Frozen”, uma adaptação de “A Rainha de Gelo” de Hans Christian Anderson, foi um lance arriscado da Disney. A aposta valeu a pena e o filme conquistou a maior bilheteria da história.

Topo