Rolex Cellini: elegância de inspiração renascentista

A coleção Cellini da Rolex – inspirada em um grande artista do Renascimento italiano, o ourives e escultor Benvenuto Cellini – é prova daquilo que nunca sai de moda. Com sobriedade no design, materiais nobres e acabamentos luxuosos, cada detalhe representa o melhor do know-how da relojoaria.

Embora sempre mantenha a tradição, nem por isso a Rolex deixa de acrescentar inovação em seus modelos. São 12 novas versões divididas em três familias: Time (o clássico com horas, minutos e segundos), Date (como o próprio nome indica, possui calendário) e o Dual Time – este último, com a presença de dois fusos horários simultâneos – tendência na relojoaria de luxo.

O mostrador do Dual Time – símbolo de tradição e savoir-faire – é pintado ou decorado com motivo clássico gilhochê “Rayon flammé de la gloire”, sobre fundo preto ou prateado e decorado com apliques de ouro. A caixa – em ouro 18 quilates branco ou Everose – é elaborada na própria fundição da Rolex: onde estão muito bem guardados os verdadeiros códigos da arte relojoeira. 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).