Lifestyle

Primeiro site de aluguel de vestidos internacionais quer R$ 1,3 milhão em 2015

Nada mais certo do que abrir um negócio que ofereça algo de que você sente falta no mercado. Foi a partir dessa ideia que as irmãs gaúchas Jéssica, 29, e Monalisa Spier, 31, começaram a desenvolver o Rent-to-wear, primeiro site do Brasil de aluguel de vestidos de marcas internacionais. “Em 2013, eu e minha irmã nos deparamos com muitos casamentos, formaturas e festas. Não queríamos usar as mesmas roupas e, ao procurar vestidos, sentimos falta de peças bonitas com preço acessível”, conta Jéssica.

O site entrou no ar em setembro do ano passado, inspirado em um projeto semelhante nos EUA chamado Rent The Runway. O investimento inicial foi de R$ 500 mil, sendo R$ 200 mil das irmãs e o restante de um investidor do mercado financeiro. A decisão de criar um negócio que ficasse somente na plataforma on-line foi natural já que, além de ser muito mais barato, pode atender outras regiões do Brasil, não só o mercado local.

GALERIA DE FOTOS: 5 dicas para fazer seu novo negócio faturar com menos de seis meses

Atualmente, o acervo da Rent-to-wear é de 200 vestidos, de marcas que incluem Dolce & Gabbana, Valentino e Pucci, além de grifes brasileiras como Trinitá e PatBo. “No começo, era muito difícil entender o gosto de nossas clientes e escolher as peças para oferecer no site”, afirma Jéssica. “Hoje, conseguimos fazer isso com muito mais facilidade, pois entendemos o que elas buscam.”

Com menos de seis meses de operação, o projeto já mostra ser bem-sucedido. As irmãs contam que a previsão de faturamento para este ano é de R$ 1,3 milhão. “O aluguel de vestidos tem dado muito certo no país. As pessoas preferem por ser mais barato alugar do que comprar uma peça que não será muito usada”, conta Jéssica.

 

Topo