Lifestyle

Mercedes-Benz aposta no F 015 Luxury in Motion, conceito do “carro do futuro”

No início do janeiro, a Mercedes-Benz roubou os holofotes na CES 2015 (maior feira de tecnologia do mundo, em Las Vegas) ao revelar o F 015 Luxury in Motion, carro autônomo conceito da marca. O modelo de design futurístico representa a concepção da empresa sobre as mudanças que os carros sem motoristas irão causar na sociedade e na indústria automobilista.

Apesar de o protótipo mais parecer um carrinho de brinquedo do que um veículo utilizável, um dos objetivos da marca era mostrar que não é preciso ser uma empresa de tecnologia para produzir um bom modelo autônomo. Como os avanços estéticos das tecnologias usáveis vêm demonstrando, design pode triunfar sobre funcionalidade. E quando é possível unir estes dois, como no caso do F 015 Luxury in Motion, é quase certo que o produto vai se dar bem.

Na visão da Mercedes, os carros do futuro serão mais do que apenas meio de transporte, funcionando como “refúgios” privados ou salas de estar. O F 015 permite que o passageiro relaxe, mas ainda consiga tomar o controle se preciso, em um espaço extremamente luxuoso.

“Qualquer um que se focar apenas no aspecto tecnológico ainda não conseguiu compreender como os carros autônomos irão mudar nossa sociedade”, diz Dr. Dieter Zetsche, CEO da empresa filial a Mercedes, Daimler AG. “O carro vai deixar de ser apenas um meio de transporte para se tornar algo mais próximo de um espaço de vida móvel”.

O F 015 tem quatro lugares, que podem ficar arranjadas da maneira normal (todas virada para o painel de frente) ou uma de frente para outra, numa organização mais intimista como em uma sala de estar. Seis telas criam um “espaço útil digital”, o que permite que os passageiros interajam com o carro através de gestos ou touchscreen.

De acordo com a empresa, o sistema híbrido do carro possibilita faz com que ele ande até 1.000 km apenas com energia elétrica, sem emissões de gases. Ainda não nenhuma previsão se o modelo vai ou não vingar, mas se o design é alguma indicação, o futuro dos automóveis está mais próximo do que nunca.

Topo