Lifestyle

Reino Unido está perto de ser o primeiro país a criar bebê com 3 DNAs diferentes

Membros do Parlamento britânico votaram a favor do uso de técnicas para criar bebês utilizando o DNA de três pessoas diferentes. A aprovação ainda está em processo, mas é bem provável que o governo também aceite. Se isso acontecer, o Reino Unido se tornará o primeiro país do mundo a possibilitar este tipo de tratamento.

Testes em humanos começarão em outubro de 2015 e a primeira criança com três DNAs diferentes deve nascer no meio de 2016. Uma das pessoas da posição, Fiona Bruce, do Parlamento, afirmou que ainda é preciso mais tempo para que tudo isso ocorra.

Médicos afirmam que essa prática pode eliminar defeitos na mitocôndria que resultam em doenças como distrofia muscular, problemas no coração, e morte renal. A técnica será usada em cerca de doze mulheres britânicas que tem algum defeito na célula.

Topo