Lifestyle

Bolsa Hermés é vendida pelo valor recorde de US$ 222 mil

Redação

Divulgação

Divulgação

Uma bolsa Birkin com diamantes, da Hermès, alcançou o recorde de bolsa de mão mais cara já leiloada por US$ 221.846. De acordo com o Wall Street Journal , a bolsa da cor fúcsia foi vendida na tarde de segunda na casa de leilões da Christie’s, em Honk Kong, a um comprador desconhecido por telefone.

O recorde anterior foi alcançado em 2011 quando outra Birkin vermelha com diamantes foi vendida por US$ 203.150 no leilão da Heritage em Nova York. No mesmo ano, uma bolsa de diamantes e ouro, foi vendida na Christie’s por US$ 218.500. Ela era considerada uma joia e pertenceu a atriz Elizabeth Taylor.

Surpreendentemente, a bolsa recordista não é a bolsa mais cara da Hermès. O site de compras de luxo 1stDibs lista uma Hermès Birkin por US$ 450.000. A bolsa de mão de 30 cm é feita com o couro de crocodilo himalaio e tem um cadeado de ouro branco 18k e diamantes, o que totaliza 1.64 quilates.

Quem comprar a bolsa Birkin especial pode ficar sossegado com o frete do produto: o 1stDibs garante que ela será entregue por um caminhão da Brink’s.

Comentários
Topo