Lifestyle

Norte-americanos mais ricos e com maior nível de educação têm mais tendência a consumir álcool

iStock

iStock

Nos Estados Unidos, tomar bebidas alcoólicas é uma tendência entre pessoas com status sócio-econômico elevado. De acordo com uma pesquisa feita pela Gallup, 64% dos adultos norte-americanos bebem, mas os maiores índices são entre aqueles que têm mais dinheiro e maior nível de educação. O estudo foi feito com base na pesquisa anual da empresa sobre hábitos de consumo dos norte-americanos.

A pesquisa aponta que 52% dos norte-americanos que têm educação até o ensino médio consomem álcool, enquanto entre formados em faculdades, os que bebem são 80%. Dos que começaram o ensino superior e não se formaram, 64% bebem.

LEIA MAIS: Bebedores de alto risco costumam ser pessoas que envelheceram com sucesso, diz estudo 

O resultado é parecido entre os mais ricos. Nos EUA, aqueles que ganham acima de US$ 75.000 por ano são os que mais tomam álcool: 78%. Se o recorte for os com renda menor, que recebem abaixo de US$ 30.000 anualmente, o índice é de 45% de consumidores. Além de mais recursos para comprar bebidas alcoólicas, quem tem mais dinheiro tem maior tendência a participar de situações que envolvam o consumo desse tipo de bebida, como frequentar happy hour, jantar fora e tirar férias.

A religião também influi no consumo de bebidas alcoólicas, de acordo com a pesquisa. Entre aqueles que vão à igreja semanalmente, 47% bebem. Entre os que vão com menos frequência, o índice é de 69%. Também há diferença entre homens e mulheres: 69% contra 59%, respectivamente.

A pesquisa da Gallup aponta que a faixa de idade em que os norte-americanos mais bebem é entre os 30 e 49 anos.

Comentários
Topo