Lifestyle

Casais que dividem igualmente responsabilidades dos filhos fazem mais sexo, diz estudo

iStock

iStock

Não é saudável para uma mulher ser a única responsável pelos cuidados do filho. De acordo com um novo estudo apresentado na Associação Norte-americana de Sociologia (ASA), a relação destas mulheres com os seus maridos é pior e elas são mais infelizes do ponto de vida sexual. O mesmo acontece com seus parceiros.

A pesquisa, apresentada pelo sociólogo Daniel L. Carlson, mostra uma diferença significativa no nível de satisfação das mães que ficam sobrecarregadas com os deveres relacionados aos seus filhos. A vida de um casal que divide tarefas, por outro lado, é melhor: os dois afirmam que são mais felizes e mais satisfeitos sexualmente do que aqueles que deixam a responsabilidadeapenas nas mãos da mulher.

LEIA TAMBÉM: Mulheres protagonizaram apenas 21% dos filmes mais populares de 2014, diz estudo

Mas há uma solução para este problema: os homens participarem mais dos cuidados das crianças. “O que descobrimos é que há poucas, ou quase nenhuma, desvantagens no fato de os homens se responsabilizarem mais por seus filhos”, afirma Carlson. “Concluímos que ser um pai engajado pode ser muito importante para eles. Se não fosse assim, não teríamos um nível de satisfação tão alto. Isso sugere que a dedicação dos homens com os cuidados dos filhos é importante para todas as partes.”

O estudo também concluiu que nos casais onde o homem é mais responsável pelos cuidados dos filhos do que a mulher, a vida sexual não é afetada: eles fazem tanto sexo quanto aqueles que dividem tarefas igualmente.

MAIS: Consultas médicas virtuais vão dobrar até 2020 nos EUA

No entanto, o sociólogo afirma que, quando homens fazem a maior parte do trabalho, as mulheres ficam muito satisfeitas, mas os homens apresentam os menores níveis de felicidade em relação à vida sexual. O que prova, mais uma vez, a importância de dividir igualmente as responsabilidades: para que as duas partes sejam igualmente felizes.

Carlson ainda pretende estudar o motivo pelo qual casais com as mesmas responsabilidades são mais felizes em suas vidas sexuais. “Queremos entender o que essa divisão tem de tão positiva”, conta.

Comentários
Topo