Lifestyle

Templo chinês aposta em monge robô para divulgar budismo

Robô Xian'er é o veículo perfeito para espalhar a sabedoria do budismo na China (REUTERS/Kim Kyung-Hoon0

Robô Xian’er é o veículo perfeito para espalhar a sabedoria do budismo na China (REUTERS/Kim Kyung-Hoon0)

Um templo budista na periferia de Pequim decidiu abandonar os hábitos tradicionais e usar tecnologia para atrair seguidores.

O templo Longquan afirma que desenvolveu um monge robô que pode cantar mantras budistas, se mover através de comando de voz e manter uma conversa simples.

VEJA TAMBÉM: Robô da saga “Star Wars” passa dia na NASA

Nomeado Xian’er, o robô de 60 centímetros de altura se assemelha a um monge noviço parecido com um desenho, em túnicas amarelas e com a cabeça raspada, com uma tela sensível ao toque em seu peito.

Xian’er pode manter uma conversa, respondendo a cerca de 20 perguntas simples sobre o budismo e da vida cotidiana, listadas em sua tela, e realizar sete tipos de movimentos em suas rodas.

LEIA MAIS: Robôs inspirados em baratas podem ser o futuro do resgate

O mestre Xianfan, criador do Xian’er, disse que o monge robô é o veículo perfeito para espalhar a sabedoria do budismo na China, através da fusão de ciência e budismo.

“Ciência e budismo não se opõem nem contradizem e podem ser combinados e mutuamente compatíveis”, disse Xianfan.

SAIBA MAIS: Google perdeu mais de US$ 3,5 bi em carros, robôs e outras apostas em 2015

(Por Joseph Campbell)

Comentários
Topo