Lifestyle

Segunda etapa de missão de Europa e Rússia para Marte é adiada para 2020

Lançamento de foguete visto no espaçoporto de Baikonur, no Cazaquistão, na primeira fase do programa (REUTERS/Shamil Zhumatov)

Lançamento de foguete visto no espaçoporto de Baikonur, no Cazaquistão, na primeira fase do programa (REUTERS/Shamil Zhumatov)

A segunda fase de uma missão conjunta entre Europa e Rússia para buscar sinais de vida em Marte foi adiada de 2018 para 2020, informaram a Agência Espacial Europeia e a Roscosmos, da Rússia, nesta segunda-feira (2).

A nova data planejada para o lançamento da segunda missão ExoMars é julho de 2020, disse a Roscosmos, segundo a agência de notícias Interfax.

VEJA TAMBÉM: Elon Musk planeja viagem a Marte até 2018

A missão irá incorporar uma plataforma de superfície liderada pela Rússia e um veículo liderado pela Europa e será lançada do espaçoporto de Baikonur, no Cazaquistão.

A decisão de adiar o lançamento foi conjunta e levou em consideração atrasos nas atividades industriais europeias e russas, informou a agência europeia em comunicado.

FOTOS: 10 descobertas incríveis na órbita de Marte

Uma nave decolou de Baikonur em março na primeira fase do programa.

A primeira fase teve como objetivo levar uma sonda atmosférica para estudar gases como metano – elemento químico que na Terra é fortemente ligado à vida – e que missões prévias em Marte detectaram na atmosfera do planeta.

LEIA MAIS: Nasa aceita inscrições para quem deseja virar astronauta

(Reportagem de Alexander Winning e Scot Stevenson)

Comentários
Topo