Lifestyle

Por onde começar quando você compra um avião

iStock

iStock

Para quem deseja ter o próprio avião, uma rápida busca no Google mostra milhares de sites que listam onde as peças estão a venda. Apesar de prática, essa maneira de comprar um produto tão caro nem sempre é muito segura. Isso porque muitas pessoas acabam se aproveitando do interesse e curiosidade dos compradores e vendendo aviões velhos e ruins a preços exorbitantes.

VEJA MAIS: Avião supersônico irá de Londres a Nova York em 2h30

Os chamados corretores de aviões ajudam a quebrar um galho na hora de procurar a melhor opção de preço, mas são um risco quando vêm da internet.

Para solucionar o risco de calote neste ramo, um órgão específico dos Estados Unidos, a NARA, que regula quem pode revender aeronaves e quem não pode. No próprio site da organização, os consumidores interessados encontram uma lista com os profissionais habilitados e toda a experiência de cada um.

E AINDA: Conheça Lilium, o primeiro jato particular a pousar e decolar na vertical

O cadastro é mediado pelo órgão, depois de os interessados participarem de cursos e treinamentos que os habilitem a exercer a profissão. Depois disso, eles são constantemente avaliados tanto pelos profissionais da organização quanto pelos clientes atendidos por eles.

Atualmente, o site tem mais de mil cadastros de corretores de aviões ao redor do mundo. Juntos, ele são responsáveis por US$ 92 bilhões de todo o dinheiro com aeronaves gasto por ano.

Comentários
Topo