Lifestyle

Rolls-Royce projeta novo navio sem tripulação

Rolls Royce Utonomous (Foto: Reprodução)

Rolls Royce Utonomous (Foto: Reprodução)

A vida dos marinheiros em um navio cargueiro não é um mar de rosas. É árdua e muitas vezes perigosa. Se podemos enviar naves não tripuladas para o espaço e criar um carro que desvia sozinho dos obstáculos, porque pensar duas vezes sobre navios cargueiros que fazem seu trabalho sem uma equipe a bordo?

A Rolls Royce não hesitou. Na verdade, sua equipe está criando uma tecnologia futurística que vai lançar embarcações ao mar e levá-las em segurança aos respectivos destinos, sem envolver contato humano. O programa de aplicações avançadas autônomas Waterborne (Advanced Autonomous Waterborne Applications) está trabalhando comandos remotos de navios autônomos, que provavelmente serão lançados em 2020.

LEIA MAIS: Conheça o novo espaço exclusivo da Rolls Royce na costa italiana

O vice-presidente de inovação da empresa, Oskar Levander, disse: “Isso está acontecendo. Não é uma questão de ‘se’, mas de ‘quando’. As tecnologias necessárias para criar navios autônomos e controlá-los remotamente já são uma realidade. O projeto AAWA está testando arranjos de sensores na Finlândia e criou a simulação de um painel de controle para navio autônomo que permite que todo o sistema de comunicação seja explorado. Veremos um navio remotamente controlado até o fim da década”, afirmou durante Simpósio de Tecnologia, em Amsterdam.

LEIA MAIS: Iate de US$ 600 milhões tem a maior piscina a bordo do mundo

Além dos mecanismos altamente automatizados, drones acompanhantes podem ser utilizados para guiar os navios e pedir ajuda. As melhorias de segurança como telas de comando transparentes que alertam sobre icebergs e outros perigos também são impressionantes. O navio precisará de apenas dois capitães para comandá-lo.

Comentários
Topo