Lifestyle

“Brasileiro gosta de bebidas mais adocicadas”, afirma diretor geral da Moët & Chandon

Sergio Degese, diretor geral da  no Brasil, participou do lançamento da ontem (Divulgação)

Sergio Degese, diretor geral da Moët & Chandon no Brasil, participou de um lançamento da marca ontem, em São Paulo (Divulgação)

“O brasileiro gosta de bebida que leva gelo e para ser degustada ao ar livre, como na praia, piscina ou barco. Nessas ocasiões, ele não quer pensar uma bebida complexa, com tanino ou acidez. O brasileiro também gosta de bebidas mais adocicadas”, afirma Sergio Degese, diretor geral da Moët & Chandon.

NÃO PERCA: 10 melhores bares secretos do mundo

Depois de lançar sua Moët Ice Impérial Rosé em maio deste ano em países como Estados Unidos, Canadá e México, a Moët & Chandon trouxe o novo rótulo ao Brasil. A bebida integra a família de champagnes desenvolvidos para serem apreciados com gelo.

A empresa não revela números, mas o executivo afirma que para lançar a bebida no Brasil, a marca investiu 30% do faturamento do segmento Moët Ice. “Apostamos em eventos com consumidores, jornalistas, funcionários de hotéis e sommeliers. Nossa prioridade é investir em relacionamento. De publicidade tivemos pouca coisa em revistas”, diz Degese.

E MAIS: Aprenda a fazer a mais cara e exclusiva margarita do mundo

No momento, a bebida está disponível em 15 pontos de venda em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. “Por enquanto a produção é pequena, então fizemos uma distribuição seletiva. Se a fabricação aumentar, chegaremos no máximo a 25 pontos de venda no Brasil. ”, afirma Paula Frerejean, gerente de marca da Moët & Chandon.

Comentários
Topo