Lifestyle

Dubai planeja construir prédio mais alto do mundo por US$ 1 bilhão

Reprodução Reprodução

Após muito se falar em construir o prédio mais alto do mundo em Dubai, o Sheik Mohammed bin Rashid Al Maktoum, primeiro-ministro de Dubai, oficializou recentemente a cerimônia de inauguração do The Tower Dubai Creek Harbor.

O empreendimento, desenvolvido pela Emaar Properties e pela Dubai Holding, pretende atingir o posto de prédio mais alto do mundo com 928 metros, superando o Tokyo Skytree e o Burj Khalifa.

LEIA TAMBÉM: Hotel de luxo em Dubai terá floresta interna própria

Projetada pelo arquiteto Santiago Calatrava, conhecido por seu trabalho na galeria Allen Lambert em Toronto, no Canadá, e pelo World Trade Center Transportation Hub, em Nova York, a torre será construída no centro de Dubai e está programada para ser concluída em 2020. O custo da construção é de US$ 1 bilhão.

Assim como o arranha-céu Burj Khalifa, a nova torre é uma mistura de luxo com espaços comerciais para turistas e executivos. Algumas das atrações da torre serão os jardins suspensos remanescentes dos Jardins da Babilônia, decks ao redor do prédio para observar a vista em 360º graus, além de corredores verdes.

Em divulgação à imprensa, o prédio foi descrito como a última geração em design, engenharia, inteligência artificial e elementos de sustentabilidade, chamado de “lifestyle digital avançado”.

VEJA MAIS: Conheça Hussain Sajwani, o “Trump de Dubai”

Como não há estrutura similar a esta em nenhum lugar, o maior desafio para a Emaar Properties é garantir a segurança do prédio. A equipe de engenharia fez testes com ventos e abalos sísmicos.

De acordo com as informações apresentadas até agora, os criadores do projeto vão criar estruturas que são maiores e mais avançadas tecnologicamente para apoiar o plano Dubai 2021 (plano sustentável). Tarek Rakha, professor da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Siracusa, afirma que é importante avaliar projetos que fazem promessas tão grandes.

Como educador e arquiteto, Rakha associa o valor de um prédio baseado em suas motivações. Diferente do projeto Ground Zero (Memorial de 11 de Setembro), descrito por Daniel Libeskind para o Arch Daily como a “cura de Nova York”, os motivos da torre de Dubai são menos evidente.

Após visitar o Burj Khalifa quando dava aulas em Dubai, o professor questionou o motivo para desenvolver um projeto como o The Tower sendo que há várias estruturas famosas pela cidade. “Existe algo a mais nisso a não ser o título de torre mais alta do mundo em Dubai?”

O expert em arquitetura acredita que toda a atenção deve ser voltada para as mudanças climáticas, e não para bater recordes.

“Acredito que teremos uma adição substancial para a arquitetura local com um trabalho do Calatrava. A relevância, os padrões estruturais e a sensibilidade à escala vão gerar uma discussão interessante, positiva ou crítica, sobre um prédio que a humanidade chamará de o mais alto”, desabafa Rakha.

Comentários
Topo