Lifestyle

14 ótimos vinhos italianos feitos da uva Pinot Grigio

A uva Pinot Grigio é dividida em dois mundos completamente diferentes, e os consumidores norte-americanos lentamente começam a conhecer o melhor deles. Isso porque, especialmente nos Estados Unidos, há uma grande quantidade de PG de baixa qualidade no mercado, o que manchou a reputação das incríveis versões italianas do mesmo tipo de vinho.

VEJA TAMBÉM: Conheça as misteriosas confrarias do vinho do Brasil

Os bons Pinot Grigios vêm de vales nos pés dos alpes italianos, especialmente Friuli e Bolzano, e podem ser deliciosos e econômicos. São bem diferentes das versões fracas e aguadas, que pelo baixo preço são muito vendidas.

Karoline Walch, que com sua irmã Julia e sua mãe, Elena, opera a estimada vinícola Elena Walch, em Bolzano (Itália), conta que ficou inicialmente surpresa com a reputação norte-americana do Pinot Grigio. “Sempre que os sommeliers [especialmente nos Estados Unidos] me perguntam, com olhos críticos, sobre minha opinião em relação ao PG, eu me surpreendo e respondo que tive de viajar para descobrir que ele tinha uma má conotação em outro lugar”, conta.

“Em Bolzano, a Pinot Grigio é considerada uma variedade de uva de alto nível e é tratada de acordo. Baixos rendimentos, vinhedos montanhosos com boa drenagem em altitude média, dias mornos para desenvolver todos os seus aromas primários, noites frescas para reter sua acidez com solos ricos em minerais são pontos-chave para nós. Certamente, se plantados em condições planas, quentes e úmidas, com rendimento muito alto, pertencerão a uma categoria diferente, que não tem nada a ver com o que eu acredito que seja um PG. Esse pode ser o caso de qualquer variedade. Alguns produtores infelizmente descobriram que PG vende, independentemente do que estiver dentro da garrafa. Este é o verdadeiro problema!”

LEIA: Como um australiano está mudando o mercado de vinhos

É possível ver essa diferença claramente em dois restaurantes: No The Leopard at des Artistes, em Nova York, são oferecidas cinco variedades superiores de Pinot Grigios. Já em Miami, são vendidas duas versões menos sofisticadas. Por isso, não basta se guiar pelo nome da uva, é preciso verificar o nome do produtor. O mesmo acontece com o Prosecco.

Mas a má reputação das versões populares de Pinot Grigio trazem uma vantagem, ao menos para os consumidores: vinhos de qualidade da mesma uva têm preços mais vantajosos se comparados aos brancos da moda, como o Chardonnay da Califórnia.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 14 dos melhores Pinot Grigios do mercado. A pesquisa foi feita nos EUA:

  • Bollini Pinot Grigio Trentino 2015
    Trentino, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 16

    Leve, fresco e limpo, belamente produzido, com equilíbrio agradável e toques finos da montanha. O melhor da produção de vinho italiana moderna.

  • Ca Donini Grigio Delle Venezie 2016
    Delle Venezie, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 8

    Excelente custo benefício. Peras brancas e maçãs verdes rígidas invadem o paladar com um toque cítrico no final. Perfeito para acompanhar marisco ou camarão na praia.

  • Conti Formentini Pinot Grigio 2015
    Collio, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 15

    Um ano extra deu a este vinho toques suaves e uma redondeza que preenche a boca e o torna ideal para acompanhar peixes como salmão ou atum, frango e até porco.

  • Elena Walch Pinot Grigio Castel Ringberg 2016
    Bolzano, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 25

    Puro e limpo, rígido e seco, mas com elementos florais e toques de ervas da montanha. Perfeito para acompanhar salada de tomates e salsichas de porco frias. Uma beleza rara e singular que oferece anos de melhoras em armazenamento para quem tiver paciência de aguardar.

  • Felluga Pinot Grigio 2016
    Colli Orientali del Friuli, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 25

    Este vinho vem do extremo nordeste da Itália, das montanhas da fronteira com a Eslovênia, e é repleto de sabores que refletem o local. Ele explode com a intensidade rígida e aromática das montanhas, com suas ervas, rochas e ventos. Não é um vinho de aperitivo, e sim um acompanhamento perfeito para qualquer comida com temperos fortes.

  • Luna Nuda Pinot Grigio 2016
    Bolzano, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 13

    Todas as qualidades exigidas estão obviamente presentes, assim que o vinho é aberto, mas, após meia hora, no entanto, ele floresce: a acidez é suavizada, e a presença cítrica dominante é acompanhada de toques de manga e pêssego. Então, quando combinado a pratos como caranguejo, ele ascende a um nível sublime.

  • Monogris, Collio, Pinot Grigio, Marco Felluga 2016
    Bolzano, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 18

    Uma combinação agradável de pêssegos, abacaxis e limões sobrepostos a toques impecáveis dos alpes. Estará ainda mais integrado e agradável após um ano.

  • Pinot Grigio della Venezie, Zenato 2016
    Veneza, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 13

    É difícil de acreditar que alguém possa produzir um vinho com tanto frescor, explosão cítrica e toques de pêssego e vendê-lo por apenas US$ 13. Este é um vinho para provar no próximo verão, para beber sozinho, para beber com convidados e até para servir em festas.

  • Pinot Grigio, Pighin 2016
    Friuli, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 18

    Tem intensidade aromática sobreposta a frutas tropicais, como damascos e pêssegos, equilibrados por um brilho de abacaxis. Harmonia e exatidão puros, simples e despretensiosos.

  • Tiefenbrunner Pinot Grigio 2016
    Vigneti delle Dolomiti, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 17

    Um nome alemão inconfundível e impronunciável para um vinho italiano produzido nas montanhas Dolomitas, no nordeste da Itália, conta muito da história recente. No entanto, esqueça a Áustria e a Itália de muitos séculos e preste atenção nas atraentes frutas tropicais no primeiro paladar, seguidas pelo final rochoso e herbal que conta muito da excelência do Pinot Grigio moderno e alpino da Itália.

  • The Seeker Pinot Grigio 2015
    Veneto, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 11

    Uma ação de marketing inteligente: um vinho italiano barato com um nome em inglês que o ajuda a se destacar nas prateleiras de supermercados norte-americanos. Uma alternativa perfeita, barata e vivaz para o denso e com toque exagerado de carvalho Chardonnay californiano. É seco e limpo, refrescantemente inalterado por maquinações da produção, mostrando apenas toques de frutas limpas e puras.

  • Unterebner Pinot Grigio, Cantina Tramin 2015
    Bolzano, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 31

    A concentração agradável de leveza e frutas de verão tira este vinho do lugar comum. Perfeito!

  • Tramin Pinot Grigio 2016
    Bolzano, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 16

    Sobreposta aos alpes, há uma combinação complexa, gentilmente condimentada, um pouco herbal e com um toque frutado rígido mas rico. Uma combinação charmosa e harmoniosa.

  • Villa Russiz Pinot Grigio 2015
    Collio, Itália
    Preço médio nos EUA: US$ 22

    Desafia completamente o estereótipo do Pinot Grigio, é a antítese completa. É uma joia excelentemente produzida, com toques de pimenta e limão que transmitem um vigor agradável no céu da boca. Ideal para acompanhar camarões, escalopes e peixes brancos.

Bollini Pinot Grigio Trentino 2015
Trentino, Itália
Preço médio nos EUA: US$ 16

Leve, fresco e limpo, belamente produzido, com equilíbrio agradável e toques finos da montanha. O melhor da produção de vinho italiana moderna.

Comentários
Topo