Lifestyle

Mansão de David Rockefeller está à venda por US$ 22 milhões

Seis meses depois da morte de David Rockefeller, seus filhos decidiram vender pelo menos três de suas casas – incluindo a mansão de Westchester, Nova York, onde o bilionário morreu em março. A residência no Upper East Side, em Manhattan, foi avaliada em US$ 32,5 milhões em junho. Uma de suas ilhas no Maine foi colocada à venda em julho por US$ 19 milhões. E, na segunda-feira, dia 11, a família anunciou que o patrimônio em Pocantico Hills, Nova York, estava disponível por US$ 22 milhões.

VEJA TAMBÉM: Coleção de arte de Rockefeller irá a leilão para ajudar instituições de caridade

Segundo estimativas de FORBES, na época de sua morte, Rockefeller, o último neto vivo de John D. Rockefeller e o bilionário mais velho do mundo, tinha um patrimônio líquido de US$ 3,3 bilhões – sendo que, grande parte disso seria doado para a caridade. Seu testamento, que ficou público em abril, deu aos cinco filhos a chance de comprar as propriedades por um valor justo de mercado ou vendê-las para financiar seus ambiciosos objetivos filantrópicos.

Rockefeller declarou em seu testamento: “É meu desejo que meus filhos comprem apenas aquilo que lhes interessa para seu uso ou para o uso de uma entidade afiliada”. Os herdeiros tinham até dia 20 de setembro de 2017 para tomarem suas decisões.

A propriedade mais recente a estar disponível no mercado, em Pocantico Hills, foi projetada pelo arquiteto Mott Schmidt em 1938 para a irmã de David. Alguns anos depois, Rockefeller a adquiriu. A casa “poderia estar lá por séculos em vez de por algumas décadas”, escreveu Rockefeller em uma nota de 1970 para Schmidt. “É tanto elegante quanto amigável e se encaixa perfeitamente na paisagem. Eu estou feliz e gostaria de dizer mais uma vez a você o quanto nós gostamos de viver lá durante os últimos 25 anos.”

LEIA MAIS: JAY-Z e Beyoncé compram mansão de US$ 88 milhões em Bel Air

“Eu só não consigo imaginar voltar lá agora”, disse a filha Eileen R. Growald ao “New York Times” sobre a propriedade.

A casa principal tem 11.343 m² e abriga 11 quartos e 12 banheiros. A propriedade, com vista para o rio Hudson, conta ainda com amplos jardins, um estábulo com seis divisões, três estufas, um pomar e um heliponto.

“Hudson Pine (como a mansão é chamada) representa a conexão e a colaboração entre dois ícones, Sr. Rockefeller e Sr. Schmidt, o que a torna uma propriedade especial”, diz o agente David Turner, da imobiliária Houlihan Lawrence. Schmidt também projetou a residência de David e a casa de Westchester, conhecida como Hillcrest, assim como residências para outras pessoas da elite de Nova York de seu tempo.

O preço de oito dígitos, afirma Turner, é devido à vasta área da propriedade, à beleza, ao fato de ser extremamente habitável e à procedência. “Existe um certo valor por ter sido a casa de um Rockefeller, particularmente David, que teve tanta reputação como um homem caridoso”, diz.

  • 1. Vista frontal do exterior da casa conhecida como “Hudson Pines”

  • 2. Piscina da mansão

  • 3. O jardim

  • 4. Vista aérea do local onde ficam os estábulos

  • 5. Vista aérea da propriedade

  • 6. As estufas do bilionário

  • 7. Sala de estar

  • 8. Sala de jantar

  • 9. Um dos quartos da propriedade

1. Vista frontal do exterior da casa conhecida como “Hudson Pines”

Comentários
Topo