Lifestyle

20 dicas para conseguir dinheiro extra – ou economizar – para viajar

Elona Karafin sobreviveu a um câncer e agora, aos 24 anos, nada pode detê-la. A analista de negócios de uma grande empresa de Nova York utiliza seu tempo livre para ajudar crianças com câncer menos favorecidas por meio de uma instituição de caridade fundada por ela. A entidade está começando um novo projeto para levar sobreviventes da doença em “viagens dos sonhos” ao redor do mundo e acabou de lançar uma linha de joias relacionada ao tema, batizada de Nula Jewelry.

LEIA TAMBÉM: Veja como viajar ao redor do mundo com apenas US$ 1.200

Em paralelo, Elona administra um popular blog, no qual ensina pessoas com trabalhos em tempo integral a pensar fora da caixa e viajar pelo mundo sem gastar quase nada. “Desde nova eu sabia que o trabalho duro e a persistência iriam me levar a qualquer lugar”, diz ela, que é filha de imigrantes de uma pequena cidade da Ucrânia Ocidental que se mudaram para os Estados Unidos quando Elona tinha três anos. “Eu sempre tive um espírito empreendedor. Quando criança, eu organizava uma espécie de loja na minha casa e vendia coisas aos meus pais.”

Veja, a seguir, 20 dicas da empreendedora para conseguir dinheiro extra para viajar:

  • 1. Grupos focais

    Quando uma grande empresa está prestes a lançar um produto (ou já lançou), ela quer saber o que as pessoas pensam dele e, muitas vezes, pagam por isso. Na opinião de Elona, grupos focais são a melhor maneira para conseguir um dinheiro extra rapidamente. A tarefa é simples: você preenche um questionário e, caso se encaixe no perfil procurado, é convocado para participar de uma entrevista, discussão ou, às vezes, uma prova, e recebe por isso.

  • 2. Drop Shipping

    Digamos que você conheça um website de um armazém na China que produz diferentes tipos de lindos cachecóis. Você chega à conclusão de que conseguiria vendê-los para seus amigos e família, mas não tem dinheiro suficiente para comprá-los e corre o risco de não concretizar a venda. Programas de drop shipping permitem que você venda produtos que não tem. Você cria um website simples e barato, que será, provavelmente, o único investimento que você fará. Nele, você lista todos os lindos cachecóis pelo preço que quiser. Vamos supor que o fabricante chinês queira US$ 5 por item. Você poderia vendê-los por US$ 25 e lucrar US$ 20. Assim que alguém fizer uma encomenda no seu website, você faz a mesma encomenda para o armazém e ele entrega o produto diretamente para o seu consumidor.

  • 3. Pesquisas

    Pesquisas são outra ótima maneira de conseguir um dinheiro extra, mas, definitivamente, demandam mais tempo. Elona recomenda o Swagbucks (só na versão em inglês, mas já existem sites do tipo em português). Não precisa pagar nada para assiná-lo e utilizá-lo. Ele é que paga você para responder as pesquisas e testar produtos. A ideia é se inscrever na maior quantidade possível para aproveitar o máximo de benefícios.

  • 4. Links afiliados e programas de recomendação

    A ideia por trás de links afiliados é simples: você recomenda um serviço ou produto para um amigo ou membro da família e ganha um desconto. Programas de referência são semelhantes: se você recomendar um aplicativo ou serviço em particular, sempre que alguém se inscrever utilizando o seu link você ganhará dinheiro ou vantagens. Programas afiliados pagam geralmente em dinheiro, enquanto os de recomendação oferecem futuros benefícios no mesmo serviço que você está indicando. No universo virtual, todas as empresas praticamente têm algum tipo de programa de afiliados com diferentes níveis de pagamento. Então, se você recomendar uma determinada marca com muita frequência, descubra se ela tem uma iniciativa semelhante e tire proveito disso.

  • 5. Vendas

    Isso pode parecer muito óbvio, mas, na verdade, Elona recomenda fortemente dar um passo para trás e observar tudo o que você tem. Absolutamente tudo: roupas, CDs antigos, filmes, jogos e eletrônicos. Você pode pensar que seus itens não têm valor, mas talvez se surpreenda. Existem muitos lugares onde você pode vender esses itens que fazem dessa experiência algo fácil. A jovem empreendedora conseguiu US$ 2.000 vendendo roupas das quais não gostava mais. Você pode vender até cartões de presente que não foram usados. Está mais fácil do que nunca vender graças à proliferação de aplicativos que permitem oferecer seus itens com apenas alguns cliques.

  • 6. Cashback

    A modalidade, muito popular nos Estados Unidos, vem ganhando força no Brasil. Consiste em ter de volta parte do dinheiro gasto em alguns tipos de compras, que, em alguns casos, pode chegar a 10% do valor do produto adquirido. Lá fora, o sistema é adotado também pelas próprias operadoras de cartão de crédito. Elona afirma não lembrar da última vez que utilizou o cartão de débito para alguma coisa que não fosse pagar contas. A ideia é conseguir dinheiro de volta nas compras que ela faz com cartões de crédito. Existem, por exemplo, cartões que devolvem 1,5% do volume total da fatura.

  • 7. Cartões de crédito

    A empreendedora lembra que a maior parte das bandeiras dos cartões de crédito oferecem programas de pontos – outra maneira de economizar em viagens ou na troca por produtos.

  • 8. Ebates

    Se você faz compras online precisa, definitivamente, se inscrever no Ebates (www.ebates.com) – serviço que devolve dinheiro em todas as compras feita em milhares de varejistas online. Ele é, de longe, a maneira preferida da empreendedora de conseguir dinheiro, pois é extremamente fácil de usar. O Ebates também paga US$ 25 para cada pessoa que você indicar por meio de um link.

  • 9. Honey

    Semelhante ao Ebates, o Honey (www.joinhoney.com) busca na internet se a loja online onde você está comprando tem qualquer desconto disponível. Se o Honey descobrir uma liquidação ou um cupom de desconto, por exemplo, ele divide a diferença com você. Basicamente, ele paga para você comprar. Toda vez que indicar um amigo, você conseguirá algum dinheiro extra. O Honey é razoavelmente novo no mercado, mas está crescendo rapidamente, adicionando atraentes cupons todos os dias.

  • 10. Sites de freelancers

    Sempre existirá uma necessidade por habilidades específicas em qualquer área, que podem ir do domínio do Photoshop ou do WordPress até os préstimos de um assistente virtual. Já existem vários sites, inclusive no Brasil, que fazem a conexão entre profissionais e empresas, até de setores bem específicos.

  • 11. Acorns

    Um dos aplicativos preferidos da empreendedora para economizar dinheiro. Para cada compra feita, ele arredonda o total e reinveste a diferença no nome do usuário. No caso de uma compra de US$ 35,50, por exemplo, o Acorns arredonda para US$ 36 e a diferença de US$ 0,50 vai para uma conta, onde fica investida. É um crescimento lento e estável que, definitivamente, é válido no longo prazo.

  • 12. Digit

    O aplicativo obriga você a economizar. Ele se conecta à conta bancária do usuário, analisa sua renda, seus gastos e, a partir de um algoritmo, calcula quanto ele pode guardar e transfere esse dinheiro para uma espécie de conta de custódia. De acordo com Elona, nunca é reservado mais dinheiro do que o necessário e, em caso de necessidade ou imprevistos, o aplicativo reajusta o valor da transferência.

  • 13. Mantenha a mente aberta

    Viaje para lugares em que os voos são mais baratos. As acomodações sempre estarão disponíveis em diferentes faixas de preços. No caso das passagens aéreas, isso é mais difícil.

  • 14. Leve menos coisas

    Evite qualquer taxa adicional por excesso de bagagem.

  • 15. Pague online por itens extras da companhia aérea

    Se você está viajando com um orçamento pré-definido, pague por qualquer detalhe extra da companhia aérea de maneira online.

  • 16. Utilize um cartão pré-pago de viagem

    Evite pagar qualquer taxa de câmbio e utilize um cartão do tipo pré-pago, que não cobre tarifas para transações em moedas estrangeiras. Tente carregar a menor quantidade de dinheiro possível.

  • 17. Aplicativos

    Alguns aplicativos de viagens são essenciais. Verifique os preços dos voos e dos hotéis por meio de dois ou três deles para comparar os valores e conseguir um preço mais razoável.

  • 18. Reserve o dia certo

    Elona compra suas viagens na terça e na quarta-feira, pois as evoluções dos preços mostram que são os dias em que passagens de avião estão disponíveis com os melhores valores.

  • 19. Crie uma planilha

    Isso pode soar como algo óbvio, mas ter todos os seus planos e preços aproximados em uma compacta tabela do Excel pode ajudar a economizar tempo, dinheiro e as dores de cabeça associadas a planos de última hora.

  • 20. Não compre presentes no aeroporto

    Esperar até o último minuto para comprar presentes no aeroporto é o erro mais caro que um viajante pode cometer. Os souvenirs podem dobrar os seus gastos.

1. Grupos focais

Quando uma grande empresa está prestes a lançar um produto (ou já lançou), ela quer saber o que as pessoas pensam dele e, muitas vezes, pagam por isso. Na opinião de Elona, grupos focais são a melhor maneira para conseguir um dinheiro extra rapidamente. A tarefa é simples: você preenche um questionário e, caso se encaixe no perfil procurado, é convocado para participar de uma entrevista, discussão ou, às vezes, uma prova, e recebe por isso.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo