Lifestyle

Dose de uísque vendida por US$ 10.000 era falsa

Reprodução/Forbes

Garrafa da marca Macallan, supostamente de 1878, teria sido criada entre 1970 e 1972 (Reprodução/Forbes)

Zhang Wei, famoso escritor chinês de fantasia, pagou 9.999 francos suíços (US$ 10.050), em julho último, em uma única dose de uísque de uma suposta garrafa da marca Macallan, de 1878. A compra ocorreu no hotel Waldhaus am See, na Suíça, e o gerente do estabelecimento, Sandro Bernasconi, estava feliz em oferecer a bebida.

LEIA MAIS: Destilaria feminina lança coleção de uísques de luxo em edição limitada

A história rapidamente se espalhou e um dos rumores ganhou destaque: a dose mais cara de uísque já comprada, provavelmente, era falsa.

O Scotchwhisky, site especializado em bebidas, que acompanhou a história desde o início, publicou que especialistas encontraram problemas na garrafa, que incluiam a condição da rolha e irregularidades no rótulo.

Andy Simpson e David Robertson, fundadores da empresa RW101, especializada na bebida e responsável pela pesquisa, são possivelmente as principais autoridades do mundo em uísques raros e antigos. Eles foram convocados para analisarem se a garrafa era, de fato, falsa.

Com a ajuda de pesquisadores da Universidade de Oxford, foi descoberto que o uísque tem 95% de chance de ter sido criado entre 1970 e 1972. Testes posteriores feitos pelo laboratório Tatlock and Thomson revelaram que o líquido era uma mistura de malte e cereais, logo, não era de puro malte.

VEJA TAMBÉM: 16 melhores uísques para experimentar

Robertson publicou um alerta: “Insistimos para que outras pessoas façam o que puderem para identificar qualquer garrafa falsa. Se você tem uma garrafa de antes de 1900 sugerimos que consiga uma amostra para provar se é verdadeira ou não. Mesmo que tenha sido aberta, se você conseguir provar que o uísque foi destilado antes de 1900, então, possui uma bebida muito valiosa para aproveitar”.

Zhang recebeu seu dinheiro de volta. Bernasconi foi para a Ásia apenas para informá-lo sobre os resultados e entregar o reembolso.

“Quando se trata de vender aos nossos consumidores alguns dos uísques mais caros e antigos, sentimos que é nosso dever garantir que nosso estoque seja 100% autêntico. É por isso que chamamos a RW101. O resultado foi um grande choque”, afirmou o gerente.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Comentários
Topo