5 dicas para promover uma revolução de Ano Novo

O Ano Novo chegou e, com ele, é comum que as pessoas estabeleçam resoluções e objetivos para os 12 meses seguintes.

VEJA TAMBÉM: As 9 resoluções de Ano Novo mais comuns para 2018

Porém, mais do que cumprir metas, alguns passos podem fazer com que 2018 seja o melhor ano da sua vida. São conselhos como se divertir mais, buscar autoconhecimento e não ter vergonha de pedir ajuda. O importante é facilitar uma disruptura pessoal.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 5 dicas para promover uma revolução de Ano Novo:

  • Conheça a si mesmo
    Dedique algum tempo a realmente aprender sobre você mesmo. Busque livros, práticas ou qualquer outra ferramenta que o ajude a descobrir quais são os seus pontos fortes.

    A maior parte de nós não tem conhecimento de o que faz bem. O autor e psicólogo Don Clifton afirma: “Todo mundo no planeta pode fazer pelo menos uma coisa melhor do que dezenas de milhares de outras pessoas. Essa é a boa notícia. A má notícia é que a maioria das pessoas não tem ideia de que coisa é essa”.

    É fácil se iludir ou viver a versão de outra pessoa. Isso acontece com muita frequência. Por exemplo, uma mãe pode convencer seu filho de que ele pode cantar, e ele acredita. Alguns anos depois, estará no YouTube para sempre após uma audição vergonhosa em algum reality show. Essa mesma pessoa, que é, na melhor das hipóteses, um cantor medíocre, pode ser um escritor incrível, um ótimo líder ou o melhor contador da história. Todos nós temos pontos bons e ruins. Faça tudo o que puder para conseguir uma análise honesta. Então, invista nas conclusões e veja o que acontece.

  • Sonhe
    Quando foi a última vez em que você se permitiu sonhar? Imagine, se pudesse passar uma varinha mágica sobre a sua vida e realizar instantaneamente neste ano as mudanças necessárias para seu sonho se tornar realidade, o que você mudaria? Pergunte-se, então, o que o impede de promover essas mudanças. A maioria dos obstáculos não são reais, mas imaginados. Vença-os e alcance o que deseja em sua vida.

    Menos da metade de nós tem a oportunidade de fazer todos os dias aquilo que faz de melhor. Apenas pense sobre como o mundo poderia mudar se todos pudéssemos encontrar algo que nos permitisse praticar aquilo que fazemos com excelência pelo menos na maior parte do tempo. Certamente, seríamos mais produtivos e felizes e, provavelmente, mais saudáveis também.

  • Reconecte-se com os seus “quem”
    O livro de Bob Beaudine “The Power of Who” (ainda sem edição em português) diz que todos deveríamos ter um círculo de amigos e conselheiros de confiança em quem podemos contar para um feedback honesto e para ter ajuda sempre que precisássemos. Faça a lista dos seus “quem”. Contate-os e os convide para um café ou almoço ou, se morarem longe, ligue para eles. Deixe que saibam que são importantes para você e por quê.

    Quando somos crianças, não temos dificuldade em sonhar sobre ser jogador de futebol de um grande clube, presidente ou, algum dia, ter nossa própria empresa. Porém, após enfrentarmos muita água fria sobre nossos sonhos, pode ser difícil os reacender. Tenha cuidado sobre com quem você passa seu tempo. Invejosos irão roubar a sua alegria. Já pessoas positivas serão honestas com você e, ao mesmo tempo, vão o encorajar a manter seu sonho vivo, além de o ajudar a alcançá-lo. Pode soar um pouco cliché, mas isso é verdadeiro.

  • Peça ajuda
    A maioria de nós é terrível nisso, mas o ponto é o seguinte: todos temos capacidade de ajudar os outros e somos ainda mais inclinados a ajudar aqueles de quem somos próximos. Porém, isso não pode acontecer se nós não pedirmos.

    Bob Beaudine, um dos principais recrutadores do planeta, diz que 85% de todas as contratações nos Estados Unidos acontecem por causa de uma ligação de um amigo para a pessoa certa. Pergunte-se qual é o seu trabalho dos sonhos e se você já está nele. Se não estiver, deixe seus amigos verdadeiros saberem disso e não se surpreenda com o que pode acontecer em seguida.

  • Divirta-se!
    Vivemos em uma época em que praticamente qualquer coisa é possível. As oportunidades estão à sua volta. Ilumine-as. Aproveite o momento e a jornada.

Conheça a si mesmo
Dedique algum tempo a realmente aprender sobre você mesmo. Busque livros, práticas ou qualquer outra ferramenta que o ajude a descobrir quais são os seus pontos fortes.

A maior parte de nós não tem conhecimento de o que faz bem. O autor e psicólogo Don Clifton afirma: “Todo mundo no planeta pode fazer pelo menos uma coisa melhor do que dezenas de milhares de outras pessoas. Essa é a boa notícia. A má notícia é que a maioria das pessoas não tem ideia de que coisa é essa”.

É fácil se iludir ou viver a versão de outra pessoa. Isso acontece com muita frequência. Por exemplo, uma mãe pode convencer seu filho de que ele pode cantar, e ele acredita. Alguns anos depois, estará no YouTube para sempre após uma audição vergonhosa em algum reality show. Essa mesma pessoa, que é, na melhor das hipóteses, um cantor medíocre, pode ser um escritor incrível, um ótimo líder ou o melhor contador da história. Todos nós temos pontos bons e ruins. Faça tudo o que puder para conseguir uma análise honesta. Então, invista nas conclusões e veja o que acontece.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).