Mediterrâneo: o destino dos bilionários em férias

As fotos das celebridades e dos bilionários durante as férias – que acompanhamos, principalmente, pelas redes sociais – nos dá uma boa ideia de seus lugares preferidos. E, em grande parte delas, está o Mar Mediterrâneo. A famosa bacia azul foi palco da origem de algumas das primeiras civilizações – e das maiores fortunas da Europa também.

LEIA MAIS: 12 mansões de férias dos bilionários

Alguns bilionários têm complexos tão grandes perto do Mediterrâneo que raramente precisam sair – o mundo vai até eles. E, embora a escolha do local tenha componentes tanto estéticos quanto fiscais, ele é mais do que um privilégio dos endinheirados – é uma verdadeira fonte de inspiração para qualquer pessoa.

Veja na galeria a seguir, quais são os lugares preferidos nos arredores do Mar Mediterrâneo preferidos dos bilionários:

 

  • Saint-Tropez, França

    É obrigatório para os bilionários – franceses ou não – ter uma propriedade dentro ou perto de Saint-Tropez. Clima sibarítico, paisagens exuberantes e praias famosas são as grandes atrações, capazes de agradar ao presidente da holding de luxo Kering, François-Henri Pinault (casado com a atriz Salma Hayek), que, como muitos bilionários, tem várias propriedades por lá, incluindo uma villa. O local também abriga a casa de Bernard Arnault, do império do luxo LVMH, o quarto homem mais rico do mundo, com patrimônio atual de US$ 83 bilhões. Mas não são só os bilionários que são atraídos para esse lugar elegante sob o sol do sul da França. Devido à sua beleza natural e à singularidade no que diz respeito à cultura pop e internacional, Saint Tropez é quase uma visita obrigatória para os viajantes dos países sulistas da França, mais até do que Cannes.

    Entre março e junho, na primavera, é possível encontrar hotéis com preços razoáveis. Julho e agosto são os meses em que os franceses estão de férias e os grandes iates começam a chegar ao antigo porto de pesca.

  • Sardenha, Panarea e Pantelária, Itália

    As ilhas compõem algumas das paisagens mais belas da Europa. Bilionários como Silvio Berlusconi – o 204o homem mais rico do mundo, com patrimônio de US$ 8 bilhões – possuem grande afinidade com a Sardenha. No ano passado, o ex-primeiro-ministro da Itália expandiu sua mega mansão, a Villa Certosa, com novas villas e mais uma piscina – a sétima do complexo, que inclui banhos turcos, uma discoteca subterrânea e abundantes pomares de frutas cítricas com vista para o mar.

    A hipnotizante Costa Esmeralda da Sardenha, localizada ao nordeste da ilha, foi o destino favorito do bilionário saudita Adnan Khashoggi, morto no ano passado, e de seus seguidores por décadas. Na realidade, o local costumava ser o lar de uma boate chamada Billionaire. Mas este não é a única opção dos bilionários: os magnatas da moda Domenico Dolce e Stefano Gabbana são donos de uma casa perto de Portofino, o extremo norte do Mediterrâneo.

    A cada verão, os iates das pessoas mais ricas e elegantes do mundo chegam ao pequeno porto em Panarea, uma ilha vulcânica de pedras preciosas no arquipélago das Eólias, perto da Sicília. Ainda mais ao sul, o bilionário Giorgio Armani desfruta, há anos, de sua suntuosa mansão de verão na Pantelária.

  • Toda a costa da Espanha

    A Espanha é agraciada por um litoral amplo e belo em alguns lugares super desenvolvidos, mas a costa do Mediterrâneo, em particular, atrai os bilionários em busca do sol. Ibiza é a ilha mais conhecida e mais cosmopolita, embora não seja a maior das Ilhas Baleares. Todos os verões, uma soma significativa de dinheiro é despejada na região, vindo de pessoas interessadas em desfrutar das luxuosas villas que pontilham a costa sul ou simplesmente de serem vistas nos sofisticados pontos de encontro, como o Sir Joan Hotel Ibiza.

    O bilionário espanhol Miguel Fluxa Rossello, do grupo hoteleiro Iberostar e dono de uma fortuna de US$ 4,5 bilhões, tem raízes em Maiorca, a maior das Ilhas Baleares, considerada por muitos como a mais bela do arquipélago. E enquanto a maioria dos bilionários europeus passa o verão em algum lugar na costa do Mediterrâneo, o discreto espanhol Amancio Ortega, fundador da Zara e 6o homem mais rico do mundo (US$ 69,4 bilhões), tem uma casa em Corunha, na Galícia, costa norte da Espanha.

  • Mykonos e Santorini: Grécia

    O magnata grego Aristóteles Onassis casou-se com a ex-primeira dama dos Estados Unidos, Jacqueline Kennedy, em Skorpios, sua ilha particular. O país – formado por mais de 6 mil ilhas e ilhotas, das quais pouco mais de 200 são habitadas – tem em Mykonos e Santorini as eternas favoritas. A primeira por seu estilo de vida hedonista e a segunda pelas incríveis vistas sobre uma caldeira vulcânica. Rumores indicam que integrantes do clã Niarchos – descendentes de Stavros Spyros Niarchos, magnata grego da marinha mercante – estariam se mudando de vez para uma villa em Mykonos, com 650 metros quadrados e avaliada em € 4,5 bilhões. No verão, os iates dos bilionários aparecem regularmente em portos gregos como o Pireu e em ilhas menores, como Spetses, onde também é possível chegar de balsa.

  • Tel Aviv, Israel

    A maior parte do país não é exatamente a preferida dos bilionários. No entanto, Israel é um país mediterrâneo e sua capital comercial, Tel Aviv, está no meio de um boom imobiliário de luxo, como uma torre reluzente sendo construída atrás da outra na Cidade Branca de estilo Bauhaus. Em 2015, o bilionário russo Roman Abramovich, dono de uma fortuna de US$ 11,1 bilhões, comprou o hotel boutique Varsano Suites de Yaron Varsano – incorporador imobiliário marido da atriz Gal Gadot, mais conhecida como a Mulher Maravilha – para transformá-lo em sua residência particular. Localizado no elegante bairro de Neve Tzedek, fica a uma curta caminhada do famoso calçadão da praia de Tel Aviv e de suas amplas vistas do mar azul.

Saint-Tropez, França

É obrigatório para os bilionários – franceses ou não – ter uma propriedade dentro ou perto de Saint-Tropez. Clima sibarítico, paisagens exuberantes e praias famosas são as grandes atrações, capazes de agradar ao presidente da holding de luxo Kering, François-Henri Pinault (casado com a atriz Salma Hayek), que, como muitos bilionários, tem várias propriedades por lá, incluindo uma villa. O local também abriga a casa de Bernard Arnault, do império do luxo LVMH, o quarto homem mais rico do mundo, com patrimônio atual de US$ 83 bilhões. Mas não são só os bilionários que são atraídos para esse lugar elegante sob o sol do sul da França. Devido à sua beleza natural e à singularidade no que diz respeito à cultura pop e internacional, Saint Tropez é quase uma visita obrigatória para os viajantes dos países sulistas da França, mais até do que Cannes.

Entre março e junho, na primavera, é possível encontrar hotéis com preços razoáveis. Julho e agosto são os meses em que os franceses estão de férias e os grandes iates começam a chegar ao antigo porto de pesca.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).