Ferrari 250 GT Tour de France vai a leilão em maio

Ferrari 250 GT Tour de France vai a leilão em maio - RM Sothebys
A Ferrari 250 GT Competizione Tour de France de 1957 deve arrecadar de US $ 8,5 a US $ 11 milhões no RM Sotheby’s Monaco em 12 de maio.

A RM Sotheby’s, empresa de leilões de carros clássicos, vai oferecer a Ferrari 1957 250 GT Berlinetta Competizione “Tour de France” (TdF) em 12 de maio, no Fórum Grimaldi, Monte Carlo. O 15o de apenas 17 modelos com faróis cobertos foi concluído em janeiro de 1958, sob o chassi nº. 0879 GT, e vendido pela primeira vez ao piloto de corridas Wolfgang Seidel de Dusseldorf, apelidado de “Urso de Ouro”. Seidel fez uma campanha da 250 TR (Testa Rossa) para a Scuderia Ferrari em 1958.

LEIA MAIS: Conheça alguns dos itens mais caros já leiloados

Nos anos seguintes, o piloto alemão participou de 22 competições por toda a Europa com esta Ferrari, conquistou 11 vitórias e uma série de pódios, incluindo o 2o lugar geral no Pau 3 Hours, a 2a posição geral no Grande Prêmio da Bélgica em Spa-Francorchamps, o 1o lugar no Grand Handicap de Spa-Francorchamps, o 3o na classe de 1959 do Grande Prêmio de Paris em Linas-Montlhéry, e a 4a posição nas 12 Horas de Reims com o co-piloto Wolfgang von Trips.

Semelhante no conceito básico da corrida de bicicletas Tour de France, todos sabemos hoje que a competição de automobilismo acontecia durante vários dias a cada ano entre 1899 e 1986. A Ferrari 250 GT Competizione foi produzida entre 1956 e 1959 para se adequar à combinação única do circuito Tour de France – etapas de subida e arranque. O modelo dominou tanto o evento, pelo design aerodinâmico, que foi apelidado com a referência.

O exemplar de Chassi nº. 0879 GT foi adquirido em 1973 por Christer Mellin, fundador do Clube Ferrari da Suécia. Com orientação da fábrica da Ferrari, o novo proprietário restaurou o carro ao longo de duas décadas. Em 1997, Mellin o vendeu para o atual dono, que manteve a meticulosa restauração enquanto apresentava o carro em eventos, como as celebrações de aniversário da Ferrari e a encenação da Mille Miglia, corrida de longa distância disputada na Itália entre 1927 e 1957.

VEJA TAMBÉM: Maserati apresenta novo SUV Levante com motor Ferrari

Sem nunca ter sofrido uma colisão grave durante sua carreira nas pistas, o carro representa uma oportunidade especial. Com apenas dois proprietários nos últimos 45 anos, é um dos poucos veículos de corrida da Ferrari da década de 1950 que permanecem completamente iguais, como foi comprovado por sua recente certificação Ferrari Classiche. Acompanhado por um arquivo com um extenso histórico, a TdF está avaliada entre € 7 milhões e € 9 milhões (US$ 8,5 milhões a US$ 11 milhões) nos EUA.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil (copyright@forbes.com.br).